Alegando legítima defesa, rapaz mata agricultor com tiro de escopeta no peito

Homem mata outro com tiro de espingarda 1Abraão Matias da Silva, 21 anos, foi preso na tarde de domingo (23), no Projeto Tocantins, km 3, perto da Vila Caquetá. Ele é acusado de matar, com um tiro de escopeta no peito, o agricultor Evangelista Maia do Carmo, no último sábado (22).

Segundo informações, Abraão e Evangelista já vinham se desentendendo há vários dias. Desde quando duas sobrinhas do acusado (Abraão) disseram que a vítima tentou estuprá-las enquanto elas faziam uma faxina em sua casa.

Abraão não nega ter atirado em Evangelista. Ele alega legítima defesa e diz ter sido ameaçado pelo agricultor.

“A gente se encontrou no ramal e ele me ameaçou. Mandou eu parar de ficar falando pra todo mundo que ele tinha estuprado as minhas sobrinhas. Caso eu não parasse, um de nós dois ia parar no inferno. Então, antes ele do que eu!”, explicou Abraão, na delegacia.

Para o delegado Bayma, não resta nenhuma dúvida quanto à autoria do crime. Contudo, ainda é necessário ouvir todos os envolvidos, principalmente as supostas vítimas do estupro.

“Ainda vou ouvir as supostas vítimas e averiguar se esta informação procede. Porém, ele não negou a autoria e também não resistiu à prisão. Conseguimos efetuar o flagrante, já que o crime aconteceu por volta das 18h do sábado e ele foi preso às 14h35 do domingo. Com ele também encontramos a arma do crime”, declarou o delegado Bayma. (L.C.)

Assuntos desta notícia


Join the Conversation