Jorge Viana defende liberação de recursos para minimizar estragos da cheia do Rio Acre

JV no parque1Em discurso no plenário, na tarde desta terça-feira, 11, o senador Jorge Viana compartilhou as últimas informações referentes às enchentes dos rios Madeira e Acre e falou de seus esforços para garantir a liberação de recursos para socorro e assistência à população do Acre e de Rio Branco.

Na segunda, 10, Jorge Viana visitou o abrigo do Parque de Exposição e participou, ao lado do prefeito Marcus Alexandre, da discussão e elaboração dos planos e  medidas adotadas, incluindo a mudança no decreto de emergência, uma vez que aumentou o número de bairros atingidos pela cheia do Rio Acre.

No início desta semana foram liberados R$ 950 mil para a prefeitura ajudar no atendimento aos desabrigados e que o trabalho agora é pela liberação de mais R$ 3,7 milhões solicitados pelo prefeito Marcus Alexandre junto à Defesa Civil Nacional. Além do valor de R$ 2,2 milhões para o auxílio do aluguel social das famílias retiradas das áreas de risco.

Jorge Viana aproveitou para criticar as companhias aéreas pelo aumento do preço das passagens de voos que tem como destino a cidade de Rio Branco. “As companhias aéreas estão se aproveitando da situação – protestou o senador, informando que uma passagem de Brasília para Rio Branco, ida e volta, está custando R$ 3 mil”.

O senador destacou também a situação delicada do comércio e de toda a atividade produtiva no Acre, uma vez que a entrada e saída de produtos está comprometida. E fez um apelo ao Banco do Brasil, à Caixa Econômica Federal e ao Banco da Amazônia para que seja feita uma análise adequada de crédito e prazos, pois não é possível que os empresários honrem seus compromissos devido a queda brutal no abastecimento do seu comércio e da sua venda.

O senador falou de seu encontro com o prefeito Marcus Alexandre e com o governador Tião Viana estudando uma solução para a situação gravíssima pela qual o Estado passa. “Nós conseguimos desenvolver uma espécie de tecnologia de lidar com as cheias do Rio Acre desde a época em que eu era prefeito, governador. Esse aperfeiçoamento foi feito também com o prefeito Angelim, na época do governador Binho, e que segue agora, com o governador Tião Viana e o Marcus Alexandre. E o propósito é de socorro e assistência”.

Com o transbordamento do Rio Acre e o aumento do número de bairros inundados, o prefeito Marcus Alexandre modificou o decreto de situação de emergência e determinou, com o auxílio do Governo do Estado, a construção de outro abrigo no Ginásio Coberto que já acolhe mais de 50 famílias. (Foto: Assessoria)

Assuntos desta notícia


Join the Conversation