Dilma elogia atuação das Forças Armadas nas enchentes no Acre e em Rondônia

A presidenta Dilma Rousseff comentou ontem (4), em sua conta no Twitter, sobre o apoio das Forças Armadas no suporte às vítimas das enchentes em Rondônia e no Acre, e também na pacificação do Complexo do Alemão, junto com a Polícia Militar do Rio de Janeiro.

A presidenta ressaltou que foi enviado um contingente de 2,5 mil militares para ajudar na segurança dos moradores da região da Favela da Maré no Rio de Janeiro. “As Forças Armadas mais uma vez demonstram seu compromisso com a Nação em duas importantes ações em curso no país”, destacou Dilma, referindo-se às ações em curso.

“Ao dar integral suporte à segurança pública e a pacificação da Maré no Rio de Janeiro na pacificação da Favela da Maré e ao dirigir e coordenar o apoio às populações que sofrem com o isolamento pelas as enchentes em Rondônia e Acre”, finalizou a presidenta.

O Governo Federal decidiu prorrogar por mais 60 dias a presença da Força Nacional de Segurança Pública (FNSP) em Rondônia, para apoio ao Estado nas ações de defesa civil e segurança pública em áreas atingidas pela enchente do Rio Madeira. A decisão está presente em portaria do Ministério da Justiça publicada no Diário Oficial da União desta sexta, 4. A Força Nacional também vai atuar em ações de atendimento às pessoas e à infraestrutura dos locais afetados, bem como no auxílio na transferência de famílias afetadas pela enchente do Rio Madeira e no controle e segurança de rodovias.

Os ministérios da Pesca e Aquicultura e do Meio Ambiente decidiram prorrogar, excepcionalmente, por 30 dias, a contar desde 16 de março de 2014, o período de defeso no Estado do Acre e nos municípios de Porto Velho, Nova Mamoré, Rolim de Moura e Guajará-Mirim no Estado de Rondônia, abrangidos pelas bacias hidrográficas dos rios federais Madeira, Guaporé e Mamoré. (Portal Brasil e Agência Estado)

Assuntos desta notícia


Join the Conversation