Polícia Civil estoura um laboratório de cocaína e prende 3 por tráfico no Taquari

Os presos apresentados na delegacia de repressão ao entorpecente foram os irmãos Gilberto Araújo da Costa, 24 anos, e Geovane Araujo da Costa, 22 anos, além do amigo deles: Luis Felipe da Silva, 20 anos, na manhã desta quarta-feira, 3, na Rua Baguari no bairro Taquari.

Os 3 foram presos enquanto ainda manuseavam a droga que estava em fase de secagem.

O trio usava várias lâmpadas como uma espécie de estufa para fazer a secagem da pasta-base de cocaína em cima de jornais.

Com os traficantes ainda foram apreendidas 24 trouxinhas de pasta-base de cocaína pronta para a comercialização. Além de câmeras de vídeo, monitor de computador e materiais para embalar a droga.

Segundo a polícia, o trio ainda tinha câmeras de segurança  para monitorar a entrada e saída de pessoas nas proximidades do laboratório da droga, a fim de fugirem caso a polícia chegasse.

“Eles tinham um sistema de segurança amador, mas isso não impediu que a polícia fizesse seu trabalho e conseguimos lograr êxito com a prisão dos três e apreensão de aproximadamente meio quilo do entorpecente”, explicou o delegado Pedro Paulo Buzollin. (L.C.)

Assuntos desta notícia


Join the Conversation