Deputados intensificam debates quanto à escolha dos novos presidentes das comissões

Passado onze dias desde a posse da 14ª legislatura na Assembleia Legislativa no Acre (Aleac), os deputados ainda não definiram quem serão os novos presidentes das 12 comissões permanentes existente na Casa do Povo.

Embora nenhum nome tenha sido oficializado até o momento, nos bastidores alguns parlamentares já são apontados como prováveis presidentes de determinadas comissões.

A escolha dos novos presidentes é feita de acordo com a proporcionalidade dos partidos com representantes no parlamento estadual. O Partido dos Trabalhadores, que possui a maior bancada na Casa legislativa, com cinco deputados, deverá ocupar as principais comissões do parlamento.

De acordo com o líder do governo na Aleac, deputado Daniel Zen (PT), a expectativa é que os nomes sejam escolhidos antes do pequeno recesso de carnaval, que ocorre entre os dias 12 e 19 de fevereiro.

“Estamos trabalhando para que até o final de semana as comissões já estejam todas formadas. As conversas já foram iniciadas e é apenas uma questão de tempo para que os nomes sejam oficializados”, disse.

O parlamentar é cotado para assumir as duas mais importantes comissões da Casa, a de Constituição e Justiça e também a de Orçamento e Finanças.

O Bloco Popular formado por deputados do PCdoB, PSB e Pros, que tem a segunda maior bancada da Aleac, briga pela presidência da Comissão de Saúde Pública e Assistência Social. O provável presidente será o comunista Jenílson Lopes.

“Ainda não há nada definido, mas claro que eu tenho interesse em trabalhar nesta comissão, até pela afinidade que eu tenho com a área. Seria uma grande honra”, destacou o deputado.

 

 

Assuntos desta notícia