Cantor Hangell é libertado após passar 3 meses preso por agressão a estudante

O cantor sertanejo Hangell Borges, preso no dia 30 de novembro de 2014 por ter espancado o estudante Fábio Germano, de 27 anos, com socos e chutes, foi solto na manhã desta segunda-feira, 30, durante audiência de instrução no Fórum Criminal de Rio Branco. A tese apresentada pela defesa do cantor, de que Borges não teve a intenção de matar, foi aceita pela juíza substituta na 1ª Vara Criminal, Ana Paula Sabóia, que decidiu pela soltura do réu.

O advogado de defesa do cantor, Sanderson Moura, enfatizou que desde o princípio, a defesa afirmou que a intenção de Borges não era matar o estudante. “Foi um momento de desespero, revolta e de um ciúmes dele. Hoje o promotor concordou com nossa tese e a juíza o soltou. Acredito que a justiça foi feita de forma correta e tranquila”, destacou.

A família do cantor sertanejo acompanhou a audiência vestida com uma blusa estampada com a imagem do cantor e uma versículo bíblico. “Não fizemos essa manifestação para sensibilizar ninguém, mas para mostrar o amor que temos pelo Hangell. Não queremos anular o erro que ele cometeu, somos coerentes com a justiça. Amamos também a família da vítima. Nós cremos que ele se regenerou, bola para frente”, enfatizou a mãe do cantor, Lucilene Cavalcante.

G1 tentou entrar em contato com a família de Fábio Germano, mas não conseguiu contato até a publicação desta matéria.

 

Assuntos desta notícia