Líder do governo propõe revisão no Plano Diretor das cidades alagadas

 O líder do governo na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), deputado Daniel Zen (PT), sugeriu na manhã de terça-feira, 10, durante sessão ordinária, uma revisão no Plano Diretor das cidades atingidas com o transbordamento do rio.

Ele ressalta a necessidade de se estabelecer novas diretrizes no sentido de evitar que a população continue sofrendo com as cheias do Rio Acre.

“Acho que é uma boa oportunidade para fazer uma reflexão mais profunda sobre um planejamento urbano nas cidades alagadas, não só no sentindo de estabelecer a diretrizes ou revê-las, mas buscar a efetivação de medidas no sentido de se pensar em soluções definitivas para essa situação”, afirmou.

O deputado sugere que se inicie um processo de estímulo para que as áreas de risco sejam abandonadas. Ele frisa a necessidade da participação do poder público.

“Temos que iniciar uma politica de urbanização em áreas seguras. Logo, acredito que o ideal seria a retirada dos prédios público dessas localidades. Com isso, a tendência seria o setor comercial acompanhar a mudança e assim teríamos instalações mais protegidas das enchentes”, destacou.

Para o deputado, essa iniciativa afetaria também a população, que consequentemente se deslocaria para mais próximo dos prédios públicos e comércios.

“A partir do momento que essas instalações saírem, ocorre um processo natural, onde os moradores também irão deixar, consequentemente, as áreas de risco. É claro que isso não é uma resolução que ocorrerá da noite para o dia, porém, temos que iniciá-la e de preferência, o mais rápido possível”, disse.

Zen destaca a importância do Poder Legislativo estar orientando as prefeituras de Brasileia, Xapuri e Rio Branco quanto o assunto.

“É importante é necessário a Aleac auxiliar neste processo de revisão dos planos diretores dos municípios”, finalizou.

 

Assuntos desta notícia