Morador tem casa incendiada após dar abrigo a ex-enteado, na Cidade do Povo

Vítima perdeu quase todos os seus bens no incêndio
Vítima perdeu quase todos os seus bens no incêndio

Um incêndio criminoso foi registrado na Cidade do Povo na sexta-feira, 27. O acusado é Mateus Pimentel da Silva, de 19 anos.

Segundo informações do dono da casa, o senhor Israel da Silva, 39 anos, Mateus é seu ex-enteado e foi ele quem teria ateado fogo na casa. Israel contou que Mateus chegou a sua casa pedindo abrigo, pois não teria onde morar. Com pena do rapaz, ele permitiu que passasse um tempo com ele até conseguir outro lugar.

Mas nesta sexta, Israel contou que os dois tiveram uma discussão banal. Mateus saiu para dar uma volta. Por sua vez, Israel saiu para resolver assuntos pessoais e não pôde esperar Mateus, tendo que fechar sua casa. O rapaz voltou e a encontrou trancada.

Revoltado, Mateus teria conseguido uma garrafa de álcool, quebrado o vidro da janela e, sem pensar duas vezes, teria ateado fogo na casa do senhor que o abrigou. Quando as chamas se alastraram, vizinhos ajudaram a apagar o fogo, mais quase tudo foi queimado.

Muito triste, seu Israel contou que morava na Cidade Novo e não comprava muitas coisas porque as perdia em tempos de alagação. Ao se mudar para a Cidade do Povo, ele comprou tudo o que precisava, já que não havia mais risco de cheia. Só que o incêndio destruiu quase todos os seus móveis. Com lágrimas nos olhos, ele disse não entender porque o acusado o quis tão mal.

Logo após o crime, Mateus fugiu. A polícia foi acionada, mais ainda não conseguiu localizá-lo. (DA REDAÇÃO)

Assuntos desta notícia