Atenção! Inscrições abertas para Oficina de teatro de bonecos!

teatro bonecos - FOTO CEDIDA 2
A parceria da Fundação de Cultura e Comunicação Elias Mansour e do Departamento de Articulações das Artes (Dartes) oferecerá uma oficina de confecção e manipulação de teatro de bonecos com sucatas. Os encontros serão realizados na Praça da Juventude da Cidade do Povo, duas vezes na semana: terça e quinta-feira, das 14h às 16h30.

As inscrições já iniciaram e vão até o dia 11 de maio, na secretaria da Praça da Juventude, na Cidade do Povo. Os interessados devem pegar a relação do material de sucatas no ato da inscrição. Estarão disponíveis 30 vagas. O curso começará no dia 12 de maio.

Segundo Paulo Nascimento, instrutor da atividade, o objetivo da oficina é formar jovens artistas dentro da Cidade do Povo. “Esses jovens podem atuar dentro do próprio bairro, com o teatro de bonecos. Há a possibilidade de criarmos um grupo que funcione no próprio centro”, disse.

De acordo com o instrutor, após o término da oficina, será apresentado o resultado da produção para a comunidade. “A ideia é que os próprios alunos criem a temática do espetáculo. Afinal, o teatro é isso: criar!”, finalizou.

Sesc abre inscrições de  cursos de teatro e dança para jovens e crianças
DANÇA E TEATRO
O Serviço Social do Comércio no Acre (Sesc/AC) está com inscrições abertas para os cursos de teatro e dança para jovens e crianças. Os interessados devem se inscrever entre os dias 23 de abril e 29 de maio nas Centrais de Atendimentos do Sesc no Centro e Bosque.

O Desenvolvimento Artístico Cultural no Sesc tem por objetivo o estímulo do aprendizado artístico, valorizando os talentos de cada um e incentivando com menor custo. Crianças e jovens podem se inscrever e as turmas são formadas conforme as inscrições e de acordo com a faixa etária. Há turmas nos períodos da manhã e tarde.

Os cursos oferecidos pelo Sesc na área cultural são realizados no Sesc Centro, as modalidades são: Teatro Infantil, Teatro Jovem, Baby Class Ballet e iniciação ao Jazz.

Iniciação Teatral – O curso de Iniciação Teatral do Sesc é destinado a qualquer jovem ou criança interessada em ter um contato inicial com o teatro. Proporcionará aos alunos vivências com o universo teatral onde serão trabalhadas a desinibição, o jogo dramático, a improvisação, a expressão corporal e vocal, a interpretação e a criatividade. Será desenvolvido com os alunos experiências através de pequenos experimentos cênicos que, na conclusão do curso, serão mostrados ao público.

Arte indígena em exposição!
ARTE_INDIGENA
A Comissão Pro-Índio, em parceria com a Associação do Movimento dos Agentes Agroflorestais Indígenas do Acre, e a Organização dos Professores Indígenas do Acre realizam a exposição “Arte Indígena – Culturas e desenhos”, no dia 28 de abril, às 18 horas, no salão de exposições da Biblioteca da Floresta.

O evento compõe a programação da 6ª edição do Abril no Acre Indígena. O evento conta com apoio da Fundação de Cultura e Comunicação Elias Mansour (FEM).

A exposição ficará disponível até dia 29 de abril, das 9 às 21h.

Lançamento do livro “Os Sem-cara”
OS_SEMCARA
O livro ‘Os sem-cara’, de autoria do jovem escritor Ariel Pullig, será lançado nesta sexta-feira, 24, às 18h30, no Palácio da Justiça, durante o evento Roda de Poesia, que é promovido na última sexta-feira de cada mês no local. Na ocasião, a cantora Vanessa Napiame fará uma participação especial no evento.

O livro foi escrito em um ano e meio e, por meio dos personagens, retrata um pouco da trajetória existencial do autor.

Boa leitura!

Festa Caravana do Pecado & Convidados
O grupo Caravana do Pecado realiza a festa “Caravana do Pecado & Convidados” no sábado, 25, a partir das 19 horas, na Cohab do Bosque. A festa será embalada pelo músico acreano Arthur Miúda, com seu trabalho de pesquisa na música popular, produzida na região amazônica, com ênfase na música acreana. Ritmos como carimbó, guitarra, brega, lambada e baques do Acre serão tocados pelo músico.

O grupo surgiu na década de 70. É atualmente liderado pelo sanfoneiro Sebastião, acompanhado por Humberto e Chico ‘côro pôdi’ na percussão. Fazem uma “muagem” sonora, um forró caboclo que mistura ritmos brasileiros, tais como, carimbó, xote, samba, choro e mais.

Assuntos desta notícia