Gazetinhas 24/04/2015

* Que frio, que nada…

* Lá se vai abril, e as chuvas insistem em continuar.

* Dizem os mais antigos que a chegada do verão só acontece depois que a primeira friagem acontecer.

* Enquanto isso, quem vai pra geladeira, de cabeça pra baixo, é o nosso homem do tempo, Davi Friale.

* Começou 2015 com pé esquerdo, rapaz!

* Se bem que, do jeito que o clima do Brasil anda imprevisível, não dá só pra culpar El Brujo, não.

* Cheias históricas, tempestades fora de época, tornados (!)…

* E ainda tem gente que não acredita nas consequências das mudanças climáticas.

* Pois veja que, na Flórida, o governo teria proibido o uso de expressões como “aquecimento global” e “mudanças climáticas”, nos documentos oficiais.

* Termos como “sustentabilidade” e “aumento do nível do mar” também.

* Este último deveria ser substituído por “resiliência costeira”.

* É sério…

* A informação, divulgada pelo jornal americano “Miami Herald”, não foi confirmada pelo gabinete do governador, mas sabe-se que ele foi eleito com uma campanha na qual questionava o impacto humano sobre as mudanças no clima.

* Como se vê, nem só os políticos brasileiros vivem de marmotas…

* Ai ai.

* Secretário de Segurança, Emylson Farias, segue cada vez mais seguro na pasta.

* Após os primeiros meses de análise do sistema de segurança do Estado, começa a colocar em prática as medidas de seu planejamento estratégico.

* Ontem, foi anunciada a criação do Gabinete Integrado de Gerenciamento de Crises, que atuará em situações que exijam a intervenção mais imediata das forças policiais.

* Eventos como motins em presídio, assalto com reféns, sequestros e conflitos fundiários são alguns dos que serão cobertos pelo gabinete.

* A proposta é interessante, uma vez que intensifica e padroniza o treinamento das equipes para atuar em situações de crise…

* E, dessa forma, profissionaliza o trabalho das polícias.

* Necessário e urgente.

* Ponto para o secretário.

* Ponto também para a deputada Eliane Sinhasique, que conseguiu a aprovação do projeto de lei que determina a obrigatoriedade de os hospitais públicos fixarem, em local visível, a escala com os nomes dos profissionais que estão de serviço na unidade.

* O PL ainda precisará passar por mais uma comissão e depois será levado a plenário.

* Mas, ao que tudo indica, já é uma vitória da peemedebista.

* Vitória, aliás, dos usuários do sistema de saúde público do Acre.

* E, falando em PMDB, hoje tem a filiação do advogado Roberto Duarte ao partido.

* Agora, sim, o azulão arrumou sarna pra se coçar…

Assuntos desta notícia