Governador garante mais três mil casas para famílias de área de risco

Unidades foram asseguradas em reunião entre Gilberto Occhi com Tião, Léo e Angelim
Unidades foram asseguradas em reunião entre Gilberto Occhi com Tião, Léo e Angelim

O governador Tião Viana se reuniu na manhã desta quinta-feira, 16, com o ministro da Integração Nacional, Gilberto Occhi, para solicitar ao Governo Federal mais 5.200 unidades habitacionais do programa Minha Casa, Minha Vida para o Acre. O encontro se deu em Brasília e tem como objetivo que as casas sejam a custo zero para famílias de áreas de risco, atingidas pela cheia dos rios acreanos. Cerca de três mil unidades serão só para Rio Branco.

As três mil casas solicitadas para Rio Branco serão implantadas na Cidade do Povo. Com esse número, das 10.565 casas previstas para o maior projeto habitacional do Acre, passam a ser a custo zero cerca de 6.345 unidades. As demais pertencerão às faixas 2 e 3 do programa. Para o interior do Estado, o governador solicitou ainda 2.200 moradias.

Tião Viana pede ao Governo Federal a maior celeridade possível na decisão. Com a cheia recente do Rio Acre alagando 28% de toda a cidade, o governo tem pressa em iniciar o mais rápido possível a construção das novas unidades habitacionais. “Até mesmo antecipando o cronograma do próprio Minha Casa, Minha Vida, com possibilidade de começar as obras já neste período de estiagem”, explica o secretário de Obras, Leonardo Neder, que também esteve presente ao encontro.

Participaram também representantes do Ministério das Cidades. Pelo Governo do Acre estiveram presentes a chefe da Casa Civil, Márcia Regina Pereira, o secretário de Planejamento, Márcio Veríssimo, e o secretário adjunto de Habitação, Rostênio Ferreira. Também estiveram na agenda os deputados federais Raimundo Angelim, Léo de Brito e Alan Rick. (Samuel Bryan / Agência Acre/ Foto: Cedida)

Assuntos desta notícia