Projeto oferece tecnologia e desenvolvimento para o sistema de distribuição de água

Engenheiro Sebastião Fonseca testa equipamentos. (Foto: Cedida)
Engenheiro Sebastião Fonseca testa equipamentos. (Foto: Cedida)

O Governo do Estado, em parceria com a Bucar Engenharia, irá trazer tecnologia e desenvolvimento para o sistema de distribuição de água. Todas as bombas serão automatizadas e controladas através de um centro de comando. É um investimento de mais de R$ 3,5 milhões, resultado do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). A previsão para o sistema começar a funcionar efetivamente é em outubro de 2015.

Segundo Sebastião Fonseca, engenheiro mecatrônico e um dos proprietários da Bucar Engenharia, o sistema de informações que atualmente é manual, comunicação através de rádio, estará disponível na tela de um computador. “O sistema apresentará informações do reservatório como: pressão, vazão e nível de todos os reservatórios”, explicou.

De acordo com o engenheiro, os principais objetivos do novo sistema de automação é controlar a distribuição de água e suas respectivas perdas, e também trazer mais qualidade na distribuição.

“O sistema vai evitar solavancos na rede de distribuição, evitar que não chegue água em uma casa no ‘final da linha’. Ou seja, reclamações de que a água só chega um ‘pouquinho’ e depois para serão amenizadas”, explicou o engenheiro.

Sensores serão instalados em toda a rede de distribuição de água. São equipamentos de alta tecnologia, que evitarão perdas, vazantes e canos estourados. Além disso, proporcionará mais precisão na informação de dados, tudo isso relacionado ao sistema de distribuição de água.

Assuntos desta notícia