Ufac promove Seminário Internacional de Extensão Universitária

O 2º Seminário Internacional de Extensão Universitária, promovido pela Universidade Federal do Acre (Ufac), teve sua solenidade de abertura realizada na manhã de quarta-feira, 22, no anfiteatro Garibaldi Brasil, com a participação de várias instituições ligadas ao tema, tanto do Brasil quanto do exterior. Sob o tema geral “Comunidades em Diálogo”, o evento se estende até a próxima sexta-feira, 24.

A respeito dos eixos temáticos que serão debatidos durante o seminário, que giram em torno das questões da curricularização, interiorização e internacionalização da extensão universitária, o professor Enock Pessoa, pró-reitor de Extensão e Cultura da Ufac, explicou que os “desafios são inúmeros para a sua efetiva realização”. Mas ele afiançou que “a nossa instituição tem trabalhado com afinco nesse sentido”.

No que diz respeito à internacionalização, por exemplo, Enock afirmou que “já existem ações da Ufac com universidades bolivianas e peruanas”. E no tocante à interiorização, um projeto piloto já foi iniciado no município de Assis Brasil. Enquanto isso, a respeito da curricularização, o pró-reitor informou que o grande desafio é cumprir o preceito legal que exige 10% das atividades curriculares voltadas para a extensão.

No dizer do reitor Minoru Kinpara, um evento dessa natureza tem tudo a ver com a proposta de uma universidade feita e voltada para povo. “A Ufac”, disse o reitor, “quando estava construindo o seu planejamento estratégico, fez várias audiências públicas, para saber o que a comunidade esperava dela. Esse seminário é mais um passo para que possamos trabalhar cada vez mais voltados para a população”.

Além do reitor e do pró-reitor Enock Pessoa, participaram da mesa de abertura do seminário o professor Pablo César Benetti, pró-reitor de Extensão da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), e o professor Nilson Mourão, secretário estadual de Direitos Humanos. (Ascom-Ufac)

Assuntos desta notícia