Educação gera confronto entre deputados

Zen disse que tais colégios ficarão prontos dentro do prazo e alfinetou Sinhasique
Zen disse que colégios ficarão prontos dentro do prazo e alfinetou Sinhasique

 

O líder do governo na Assembleia Legislativa (Aleac), deputado Daniel Zen (PT), comentou sobre a reunião ocorrida na manhã de quarta-feira, 8, com o secretário de Educação, Marcos Brandão e a Comissão de Educação do parlamento estadual. O encontro teve como objetivo apresentar aos parlamentares os números referentes ao Sistema Estadual de Avaliação de Aprendizagem Escolar
(Seape), de 2014.

O resultado do Seape analisa anualmente o nível de aprendizado dos alunos do 3º, 5º e 9º anos do Ensino Fundamental e 3º ano do Ensino Médio em matemática e língua portuguesa.

Em 2014, uma média de 82,9% dos alunos do 3º ano do Ensino Fundamental participaram do exame. Desse quantitativo, tiveram a classificação avançada 55,8% dos estudantes, em uma escala que vai de abaixo do básico, básico, adequado e avançado. Isso em Língua Portuguesa.

O parlamentar destacou a importância do Seape para o desenvolvimento de políticas públicas educacionais. “É de extrema importância, pois elabora um diagnóstico científico da real situação da Educação no Estado”, frisou. Daniel Zen, que já foi também secretário de Educação, ressaltou ainda que os resultados são animadores no tocante à Educação Básica.

Quanto ao pronunciamento da deputada Eliane Sinhasique (PMDB), no qual questionou os indicadores do Ideb e do Seape, uma vez que, segundo ela, existem muitas escolas em reforma e fechadas, o petista foi categórico ao dizer que a colega de parlamento agia com irresponsabilidade no que diz respeito ao assunto.

“Acredito que os assessores da deputada deveriam checar as informações antes da senhora usar esta tribuna, pois todos a conhecem por passar informações falsas. A senhora vive sendo desmentida”, rebateu.

Ele afirmou ainda que os municípios geridos pelo PMDB, partido de Sinhasique, tiveram uma queda nos índices educacionais. “O PMDB nesse Estado não sabe administrar. A ética me proíbe falar o que o PMDB torna quando pega algo para administrar. Nós vamos construir essas escolas senhora deputada. E dentro dos prazos que estão na lei. Tivemos três governadores e só quando secretários de Educação temos planejamento de pequeno e longo prazo. Trabalho honesto, sincero e dá resultado”, ressalta.

Ele sugeriu que seja apresentado um requerimento à Mesa Diretora para que uma audiência pública seja convocada para apresentar os números do Seape 2014. “Eu vou sugerir que convoque audiência pública para que veja que não estamos inventando não. Isso tem rigor técnico científico. Estamos tratando as coisas com seriedade. Nós não viemos aqui para fazer proselitismo”, finalizou Daniel Zen.

Eliane, por sua vez, disse que não aceitaria tentativa de desconstrução de seu pronunciamento. “Não aceito que me desminta, tentando me desqualificar. Isso não me assusta. Me desminta com documentos”, disse Sinhasique.

Assuntos desta notícia