Pular para o conteúdo

Gazetinhas 22/07/2015

* É bomba!

* Uma pausa no rame-rame da greve dos professores, e a notícia do dia é a provável soltura do ex-deputado federal Hildebrando Pascoal.



* Não é a primeira vez que o assunto vem à discussão;

* Mas, ao que parece, dessa vez, a coisa vai…

* Nas palavras da própria juíza da Vara de Execuções Penais, Luana Campos, responsável por analisar o caso, o ex-coronel, já tem direito ao regime semiaberto.

* Já cumpriu os dois terços da pena exigidos pela lei;

* É considerado um preso com bom comportamento;

* E, há tempos, está fragilizado por uma série de doenças degenerativas, que exigem uma super infraestrutura montada no presídio para atender as suas necessidades.

* Enfim, pelos critérios “objetivos” e “subjetivos” da Justiça brasileira, pode ser beneficiado, sim, pelo direito à mudança de regime.

* Até aí, nenhuma surpresa…

* (Não é à toa que o Brasil é conhecido como o país da impunidade).

* O que causa mais estranheza, estarrecimento até, são as dezenas de manifestações públicas a favor da liberdade do ex-deputado.

* “Volte, justiceiro”, dizem uns.

* “Sou fã dele”, dizem outros.

* “Graças a Deus por isso”, enaltecem mais alguns.

* O que é isso?!

* Será que estão falando do mesmo Hildebrando condenado a mais de 100 anos de prisão por liderar a maior organização criminosa que já existiu no Acre?

* O mesmo que decapitava pessoas e serrava gente viva…

* Aquele responsável por crimes covardes, bárbaros, hediondos?!

* Ora, não se trata aqui de instigar o ódio, o pânico ou a lei de talião.

* Direitos humanos e legais devem ser respeitados;

* Mas é preciso lucidez e responsabilidade para não minimizar as crueldades que o ex-coronel foi capaz de cometer.

* A frieza dos atos (e provável justificativa para o “bom comportamento” na penitenciária);

* Os riscos de retornar ao convívio social;

* E o mais grave:

* O perigo que ainda pode representar aqueles que atravessaram “mal” o seu caminho.

* Por fim:

* Que a justiça, de fato, seja feita.

* O que pressupõe, muito além de “critérios objetivos e subjetivos” da lei, a garantia da segurança das pessoas de bem.

* E a certeza de que não se repetirá o clima de terror e barbárie do passado.

* Uhuuuuuu…

* O vento sopra aqui nos altos da Antônio da Rocha Viana.

* Ela está chegando…

* Aos linguarudos de plantão, melhor tirar a “capa” do armário.

* Ele não erra!

* Tempinho propício para saborear uma boa rabada no tucupi, no Point do Pato…

* Que reabre hoje, para felicidade geral da nação acreana.

* Titular da coluninha vai lá bater o ponto.

error: Conteúdo protegido!!!