Pular para o conteúdo

SENGE completa 25 anos de atuação no Acre

O Sindicato dos Engenheiros do Estado do Acre (Senge-AC), completa 25 anos de atuação no Acre, neste sábado, 18. Ao longo desse tempo, a entidade luta na defesa da valorização profissional da categoria e na realização para promoção do desenvolvimento regional sustentável, por meio do projeto ‘‘Cresce Brasil + Engenharia + Desenvolvimento’’, da Federação Nacional dos Engenheiros.

Em comemoração à data o Senge Acre lançou o selo de Jubileu de Prata e o Fórum permanente de Engenharia e Desenvolvimento Sustentável, que será inaugurado em junho de 2016 no Teatro da Universidade Federal do Acre (Ufac), com o Seminário Cresce Rio Branco, Cresce Acre e Cresce Brasil.



O Senge, apesar de ter sido fundado com base em todos os parâmetros legais em 1990, só começou a funcionar de fato no ano de 2006, quando um grupo de profissionais, liderados pelo atual presidente, Tião Fonseca, iniciaram o resgate da instituição.

“Não poderia esquecer de citar os fundadores do sindicato. Eles foram imprescindíveis para o que as conquistas ao longo dos anos fossem possível. Hoje possuímos associados mais de mil estudantes e 385 profissionais. São números expressivos. Nosso trabalho visa além dos direitos dos profissionais, o bem comum da sociedade”, confirmou o presidente Tião Fonseca.

No entanto, vale lembrar, que o pioneirismo de vários profissionais para conseguir realizar a fundação do Senge naquela época, considerado tempos difíceis para o sindicalismo, é agora coroado pelos 9 anos de luta da entidade em defesa da valorização profissional e no debate de temas importantes da engenharia para o desenvolvimento do Estado.

Tião Fonseca afirma que o sindicato até 2006 existia apenas no papel e que a partir disso, o sindicato passou um dos mais atuantes do país. Os desafios para o futuro são aumentar a eficiência administrativa, dinamizar nossa carteira de convênios, melhorar a comunicação com os sindicalizados e continuar com a integração com os universitários, avalia o presidente.

Um das grandes realizações da entidade foi o primeiro a implantar os primeiros planos de cargos, carreiras e salários da história da engenharia do Brasil. Lei do Engenheiro de 2006 em Rio Branco, Lei Cartaxo de 2008 e Nova Lei Cartaxo de 2014 no Estado.

error: Conteúdo protegido!!!