Pular para o conteúdo

Lourival Marques destaca investimentos na segurança pública

O líder do Partido dos Trabalhadores na Assembleia Legislativa do Acre, deputado Lourival Marques, destacou na manhã de quinta-feira, 9, durante sessão ordinária, a entrega de doze novos veículos que serão utilizados pela Segurança Pública. Ele frisou também a publicação de edital para concurso público para o quadro efetivo da Polícia Militar e Corpo de Bombeiro Militar do Estado do Acre.

Segundo o parlamentar, mesmo diante de uma grave crise econômica o Governo do Estado vem buscando investir na área de segurança pública.



“É notório que vivemos um momento delicado no que diz respeito à economia no país, bem como no Estado. Porém, ainda assim, o governador Tião Viana tem buscado investir em muitas pastas e uma delas é a segurança pública, não apenas na aquisição de viaturas, armas, fardamento, mas, também, na contratação de novos policiais”, frisou Marques.

Ele informou que serão destinadas 20 vagas para a Polícia Militar e 15 para o Corpo de Bombeiros, sendo doze para os candidatos do sexo masculino e três para as candidatas do sexo feminino.

“Ao todo serão 35 novas vagas que o Estado estará disponibilizando. Para muitas pessoas, esse número é pouco, irrelevante, mas temos que observar que investimentos estão sendo feitos, portanto, mesmo sendo pouco temos que comemorar, pois isso significa que estamos avançando”, salientou.

O deputado também destacou os trabalhos na Comissão de Orçamento e Finanças (COF) da Aleac. A pasta tem a prerrogativa de opinar sobre proposições e assuntos, inclusive os de competência de outras Comissões, que concorram para aumentar ou diminuir a despesa como a receita pública entre outras atribuições.

Entre as propostas analisadas pela Comissão estiveram o Projeto de Lei Complementar 3/2015 que institui o Regime Próprio da Previdência Estadual e cria o Fundo de Previdência do Estado, além do Instituto de Previdência do Estado do Acre, o Acreprevidência; bem como o Projeto de Lei Complementar 5/2015 que regulamenta a forma de arrecadação do ICMS no Estado, sendo esta última proposta retirada da pauta de votação na sessão de ontem.

“Estamos empenhados no sentido de não deixar maté-rias pendentes na Casa. Avalio de modo positivo o trabalho que tem sido feito pelos integrantes desta Comissão que é considerada uma das mais importantes do parlamento estadual”, finalizou.

error: Conteúdo protegido!!!