Pular para o conteúdo

Ex-presidente Lula destaca que poderá ser candidato a Presidência da República em 2018

O ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva destacou na sexta-feira, 28, durante participação na Rádio Itatiaia, de Minas Gerais, que caso seja necessário, colocará a disposição seu nome para concorrer à Presidência da República em 2018.

“Não posso dizer que sou nem que não sou candidato. Sinceramente, espero que outras pessoas sejam candidatas. Agora, uma coisa é certa. Se a oposição acha que vai ganhar, que não vai ter disputa, e que o PT está acabado, ela pode ficar certa do seguinte: se for necessário eu vou para a disputa e vou trabalhar para que a oposição não ganhe as eleições”, disse Lula.



O ex-presidente frisou que voltará a ter maior participação política no partido. “Vou voltar a dar palpite. Vejo muita gente que já governou este país, que já foi governador, que foi deputado, e que não fez nada, e agora fica falando como se fossem salvadores da pátria”.

Lula comentou sobre a Operação Lava Jato. Ele ressaltou que nem ele e a presidente Dilma Rousseff sabiam das ações de corrupção na Petrobras.

“Achar que a presidente Dilma sabia é humanamente impossível. Eu não sabia, a Polícia Federal não sabia, a imprensa não sabia, o Ministério Público não sabia. Ficou sabendo depois do grampeamento do tal de Youssef (o doleiro Alberto Youssef), que tinha passagens pela polícia, falando com outros caras. Seria ótimo se a Polícia Federal soubesse que o Paulo Roberto (ex-diretor de Abastecimento da Petrobras) era do jeito que é”, disse.

Quanto ao envolvimento de políticos do Partido dos Trabalhadores em escândalos de corrupção, Lula voltou a afirmar que os culpados deverão ser punidos.

“Teve gente do PT que errou? Teve. Eu dizia na presidência que só tem um jeito neste país de não passar por uma investigação: é sendo honesto. Pagar impostos, fazer o que a lei manda. O PT nasceu para mudar a história do país. Nascemos para permitir que as pessoas que não tinham voz, passassem a ter. O partido, no entanto, cresceu demais e cometeu desvios porque começou a fazer política como outros partidos”, avaliou.

error: Conteúdo protegido!!!