Gazetinhas 22/03/2016

* Semana que já começa curta com o feriadão santo, a partir da quinta-feira.

* E o acreano nem gosta, né?!

* É justo, justíssimo.

* E haja oração para espantar a onda de violência que toma conta da cidade.

* No último final de semana, mais um crime bárbaro que chocou a população da Capital…

* A morte do delegado aposentado Félix Alberto da Costa, encontrado morto, com um tiro na nuca, na entrada da fazenda onde morava.

* Na manhã desta segunda-feira, a polícia já apresentou dois suspeitos pelo assassinato, que teriam armado uma emboscada, após uma tentativa de roubo de gado da fazenda.

* Daqueles motivos estúpidos sobre os quais não há nem o que se discutir.

* Para a bandidagem, somente uma morte a mais…

* Para as estatísticas da Segurança Pública, mais uma vítima da selvageria que agora, literalmente, acontece na porta da casa dos cidadãos de bem.

* Triste por demais.

* Enquanto isso, na política local…

* Advogado Roberto Duarte Júnior segue em vigília de 24 horas, em frente ao prédio da Polícia Federal da Capital.

* Ele e mais meia dúzia de gatos pingados.

* E quem disse que ele se importa?!

* O objetivo seria o apoio à instituição, após uma suposta “ameaça” do novo ministro da Justiça, Eugênio Aragão, aos policiais federais que atuam na Operação Lava Jato.

* Vão virar a noite por lá, afirmam eles.

* “Aqui, só não vale greve de fome!”, avisa um “militante” que acompanha o grupo.

* Ririri.

* Perde a noite de sono, mas não perde um voto válido esse gaúcho, tchê!

* Falando em voto…

* TV Gazeta divulga, nesta terça-feira, a primeira pesquisa de opinião de 2016 sobre as próximas eleições para prefeitura de Rio Branco.

* Análises iniciais, com cenários diversos e ainda incertos, mas que já marcam o tom da disputa acirrada que vem pela frente.

* Embora o prefeito Marcus Alexandre comece o ano muito bem, obrigado, com vantagem confortável sobre todos os concorrentes, sabe-se que o embate vai ser duro, sofrido para todos os lados…

* E que o segundo turno é certo.

* A conferir.

* A solidariedade dos colegas de A GAZETA ao jornalista Stalin Melo, pela morte do pai, o professor Raimundo Melo.

* Para os amigos, o “Raimundo Cabeludo”, um ativista político, ex-presidente do Sindicato Rural de Rio Branco, ex-presidente da Associação de Docentes da Universidade Federal do Acre (Adufac) e ex-militar perseguido pelos golpistas de 64.

* Morreu sem a conclusão do processo na Comissão de Anistia.

* Das injustiças da vida terrena…

* Que Deus o receba em paz.

Assuntos desta notícia