Comunidades do Panorama e Quixadá realizam Feira do Peixe e Agricultura Familiar

Mais de 25 toneladas de pescado e produtos agrícolas estão sendo comercializados por 12 piscicultores e 15 agricultores das comunidades do Panorama e Quixadá, na Estrada do São Francisco, na entrada do Ramal do Panorama até a próxima sexta-feira, 25. É uma das localidades que recebem apoio da Prefeitura de Rio Branco e governo do Estado, com tendas, iluminação, banheiro químico, água tratada e organização em geral.

O prefeito Marcus Alexandre, que esteve no local nesta quarta-feira, 23, ressaltou que a piscicultura daquela região já está bem consolidada e merece todo apoio da Prefeitura, como ocorre em outros locais, como nos mercados Elias Mansour, da Estação Experimental, Seis de Agosto e Cidade do Povo, além dos Peixeiros da Avenida Amadeo Barbosa.  “Queremos que os piscicultores tenham sucesso nas vendas e que o consumidor encontre um bom produto nas feiras”.

A presidente da Associação de Piscicultores do Panorama, Socorro Souza, explica que o carro chefe da feira, o tambaqui, é vendido entre R$ 8 e R$ 9 o quilo, e que há outras espécies como: pintado, pirarucu, tilápia e piau. Já os tratadores cobram R$ 2 pela limpeza do pescado. Uma das piscicultoras, Dulce Monteiro, diz que na sexta-feira, 25, os preços deverão cair ainda mais. Uma espécie de “queima de estoque”.

Os consumidores aprovaram a qualidade do pescado do Panorama e Quixadá. A dona de casa Fátima Marreiros levou tambaqui e piau para casa e cita que o preço também está bem acessível para a compra.  “Peixe de boa qualidade e com preço baixo, na semana santa, é bom demais. Dá para levar para comer desde hoje até Sexta-feira Santa”.

Feira do Peixe no Panorama (Fotos Fagner Delgado) (3) Feira do Peixe no Panorama (Fotos Fagner Delgado) (5) Feira do Peixe no Panorama (Fotos Fagner Delgado) (4)

Assuntos desta notícia