Caso Genus: julgamento hoje define futuro do Rio Branco na Copa Verde

O Genus, de Rondônia, volta a ser julgado nesta quarta-feira, 23, a partir das 16h30 (de Brasília), pela Terceira Comissão Disciplinar do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), no Rio. O time rondoniense utilizou um jogador irregular (Tiago Guarate) no jogo de ida contra o Rio Branco, pela primeira fase da Copa Verde, perdeu seis pontos e levou uma multa de R$ 500. O resultado, porém, foi embargado. A CBF pede que o clube seja excluído da competição.

A CBF recorreu da decisão com base no artigo 46 do Regulamento Geral de Competições (“Em competição eliminatória (mata-mata), para fins de aplicação de pena pelo STJD, não se considerará pontuação, devendo o clube responsável pela irregular atuação de atletas, ser excluído da competição”).

Se o Genus for eliminado, o Estrelão do Acre se classifica para a segunda fase e aguardará o vencedor do duelo entre Paysandu e Fast. Caso o time de Rondônia permaneça no torneio, o jogo de volta deve ser remarcado pela CBF. Na ida, o Genus venceu por 2 a 1 em Porto Velho.

Time desfalcado no estadual
O Rio Branco tem pelo menos dois desfalques certos para o confronto decisivo com o Plácido de Castro, pela sexta rodada do primeiro turno do Campeonato Acreano, no próximo fim de semana. O lateral-esquerdo Cristian e o volante Tárta, ambos suspensos pelo terceiro cartão amarelo, não jogam.

O elenco estrelado fez um treino técnico na tarde de ontem, 22, no CT José de Melo. O lateral-direito Ley e o meia Neném foram poupados, mas não devem ser problema. O treinador deve realizar mudanças no time titular. Paulo César, João Paulo, Delciney, Paulinho Pitbull e Neném são as opções para as duas vagas dos suspensos.

Vice-líder com 13 pontos, o Alvirrubro pode garantir vaga na Série D do Campeonato Brasileiro contra o Plácido. O jogo será no domingo, 27, às 18h, na Arena da Floresta.

Assuntos desta notícia