Azul deixa de atuar no Acre e Gol anuncia fim dos voos para RO em maio

 Os acreanos que gostam de viajar estão bastante preocupados com a notícia de que duas companhias aéreas vão deixar de atuar no Estado. A empresa Azul Linhas Aéreas deixou de operar nesta segunda-feira, 4. Já a Gol Linhas Aéreas Inteligentes anunciou que vai cancelar voos que saem de Rondônia com destino a Rio Branco e Manaus, a partir do dia 1° de maio.

Sobre a suspensão das rotas de Porto Velho às capitais do Amazonas e Acre, a empresa disse em nota que a racionalidade de capacidade e otimização da malha pretendem ajustar a rede à atual demanda.

Com isso, a empresa vai disponibilizar voos diretos de Porto Velho para Brasília. Lá, os passageiros farão conexão com os demais destinos nacionais e internacionais operados pela empresa e suas parceiras.

A empresa Azul atribuiu à mudança ao “cenário econômico desafiador observado atualmente no Brasil”. A Azul corresponde com 33% dos voos regulares do aeroporto internacional de Rio Branco – Plácido de Castro.

A medida tomada pela Gol está dentro da redução de até 6% nas decolagens domésticas do país. A Gol já havia descontinuado as rotas São Paulo-Porto Velho e Cuiabá – Porto Velho no início do ano. Na época, a empresa afirmou em nota que a realidade econômica do país seria o motivo para diminuir o número de decolagens domésticas entre 4% e 6% em todo o país.

Com isso, a única operadora que o acreano terá à disposição até maio são as companhias TAM e Gol, que seguem operando com dois voos diários cada uma. Após esse período, apenas a operadora TAM atenderá os acreanos.

A economia explica que quando a demanda supera a oferta, a tendência é o aumento de preço. E o que era caro pode ficar ainda mais. “Vai ficar cada vez mais difícil sair do Acre de avião. Isso é um absurdo penalizar o consumidor acreano, que muitas vezes depende do transporte aéreo”, comentou o funcionário público José Batista.

 

Assuntos desta notícia