Deputada sugere que Sefaz realize encontros para explicar sobre novas regras de ICMS

 A deputada Leila Galvão (PT) sugeriu na manhã de quarta-feira, 5, durante sessão no parlamento estadual que a Secretaria de Estado de Fazenda elaborasse uma série de encontros na regionais do Acre com a finalidade de explicar aos empresários e contadores as novas regras de cobrança do ICMS.

“Acho que seria válido que este parlamento enviasse uma indicação ao secretário de Fazenda, Joaquim Manoel Mansour, para que ele pudesse viabilizar a realização nas cinco regionais um encontro sobre essa nova regra do ICMS, pois a classe empresarial e os contadores têm muitas dúvidas”, disse.

Leila frisou o trabalho desenvolvido pelo Sebrae em todo o Estado, porém, observou que não é suficiente para esclarecer as dúvidas acerca do assunto. “O Sebrae tem proporcionado esse encontro para tirar as dúvidas, mas nem todos são atingidos por essa ação. Fica mais otimizado a Secretaria da Fazenda ir até os municípios”, destacou.

A mudança nas regras de cobrança do ICMS foi bastante questionado por alguns deputados da oposição na sessão de ontem, 5. O Deputado Antonio Pedro (DEM), por exemplo, citou que a elevação dos impostos tem ocasionado o aumento de desemprego no Acre.

“Não sabe o governo que cobrando mais impostos estará colocando mais desempregados na rua. Os produtos ficarão mais caros, as pessoas comprarão menos e com certeza as empresas terão que dispensar funcionários”, disse.

Ele chegou a sugerir a desoneração de tributos para alavancar o crescimento da economia. “Se tivesse uma política de reduzir impostos, as empresas venderiam mais e a arrecadação aumentaria sobre o volume de vendas. Se não tiver uma política de incentivo para os empresários, o desemprego aumentará”, aponta.

 

Assuntos desta notícia