Jorge Viana anuncia volta dos voos diurnos no Acre a partir de 15 de dezembro

O senador Jorge Viana anunciou nesta quarta-feira, 19, da tribuna do Senado Federal, o retorno de voos diurnos para Rio Branco. A informação é que já a partir do dia 15 de dezembro a Gol Linhas Aéreas voltará a operar durante o dia com voos entre Brasília e Rio Branco. O senador afirmou, em sua fala, que essa é uma notícia muito importante para os acreanos que sofrem com a oferta de apenas voos noturnos e a cada 24h.

“A partir do dia 15 de dezembro teremos um voo diário, saindo de Brasília às 9h45. Nós estamos vivendo agora o horário de verão, são três horas de diferença para o Acre. O voo sairá de dia e voltará de dia para Brasília. Não seremos mais reféns do voo apenas de 24 em 24 horas”, celebrou Viana.

Segundo o vice-presidente do Senado Federal, a Gol Linhas Aéreas também confirmou o retorno dos voos diretos entre Rio Branco e Manaus. Sobre essas duas notícias, Jorge Viana declarou: “É uma conquista! Faz mais de três anos que estamos nessa batalha, deu muito trabalho, foi muito sacrifício, houve muita negociação. O governador Tião Viana cumpriu um papel fundamental na garantia das obras de reforma da pista de pouso e do terminal de passageiros, outros parlamentares, como o deputado Alan Rick, ajudaram e participaram dessa luta. E eu dedico o meu mandato a muitas causas que atendem aos direitos do consumidor, que vão do acesso a uma boa internet, passando pelo preço justo de gasolina, as cobranças adequadas de juros, mas estive especialmente envolvido nessa questão de uma melhor oferta do transporte aéreo que é de primeira necessidade pra quem vive na Amazônia”.

A Gol Linhas Aéreas confirma o anúncio feito pelo senador e diz que nos próximos dias terá início a venda dos bilhetes. A expectativa de Jorge Viana é que neste início os acreanos possam usufruir de um preço melhor: “Certamente teremos uma passagem mais barata, porque quando se inicia um voo, os assentos estão absolutamente livres. E o resultado é que vamos ter um aumento de oferta de voos para o Acre e, com isso, a perspectiva de um preço de passagem mais justo”.

Para terminar, o senador agradeceu a Gol e mandou um recado para as outras companhias aéreas: “Eu queria aqui, mais uma vez, agradecer à direção da Gol Linhas Aéreas, pedir que a TAM faça o mesmo e abrir espaço para que a Azul e a Avianca ajudem a melhorar o nosso país criando ofertas de voos que possam trazer preço de passagem mais justo e, também, a garantia daquilo que a constituição estabelece, que é o direito de ir e vir”.

Sobre a guerra entre facções

Antes de anunciar a boa notícia  relacionada à volta dos voos diurnos para o Acre, o senador Jorge Viana usou boa parte da sua fala, na tribuna do Senado, para lamentar a guerra de facções criminosas que aconteceu na última terça-feira, 18, em Rio Branco e amedrontou a população. Para Jorge, a violência é um grave problema em todo o país e as leis antiquadas são um grande complicador.

“O que aconteceu em Rio Branco é algo lamentável. Cumprimento o governador Tião Viana, o secretário de Segurança, a Polícia Militar, a Polícia Civil, as autoridades e o Ministério Público que tomaram conta da situação e conseguiram render alguns criminosos. E acho que, mesmo que temporariamente, evitamos uma tragédia maior. O Brasil vive o drama mais grave de uma sociedade que quer ser contemporânea: o medo e a matança. São mais de 40 mil assassinatos por ano e enquanto isso nosso Código Penal é de 1940. A proposta de reforma da legislação dorme um sono profundo nas gavetas da Comissão de Constituição e Justiça, enquanto a matança segue e nos faz ser palco da mais brutal das guerras, uma guerra surda, em que brasileiros matam os brasileiros sem declaração de guerra”, lamentou o senador que luta no Senado pela aprovação do novo Código Penal brasileiro.

 

Assuntos desta notícia