Jovem é baleada ao recusar entregar celular em assalto na Cidade do Povo

 Um jovem de 20 anos, que não teve a identidade divulgada, foi baleada durante um assalto nesta terça-feira, 7, no Conjunto Habitacional Cidade do Povo. Segundo a Polícia Militar do Acre (PM/AC), a jovem teria se recusado a entregar seu celular e foi alvejada com um tiro.

A vítima foi socorrida pelo Serviço Móvel de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e seu estado de saúde é estável, sem risco de morte.

De acordo com a polícia, dois homens pararam o ônibus, obrigaram os passageiros a descer e roubaram alguns pertences. Os criminosos estavam armados com escopeta e uma arma branca. Além do celular da jovem, os suspeitos levaram objetos de outros passageiros.

O músico Bruno Alexandre estava no ônibus com seu filho no momento do assalto. Em sua página de Facebook, ele relata os momentos de tensão que viveu.

“Depois de um dia cansativo de trabalho voltando pra casa de ônibus (estou sem moto temporariamente) juntamente com meu filho, presencio uma das cenas mais horríveis e tristes da minha vida. Dois elementos resolveram assaltar o ônibus e recolheram todos os celulares de todos os passageiros que estavam na parte de trás, eu e meu filho felizmente estávamos na parte da frente próximo ao motorista e não fomos agredidos. Porém, infelizmente uma moça recusou-se a entregar seu celular e o bandido, que estava armado com uma escopeta de alto calibre, não admitiu sair dali sem aquele prêmio, assim então disparou um tiro que dilacerou (arrancou) todo o antebraço direito daquela jovem. Os meliantes foram embora ilesos e sem culpa na consciência”, escreveu.

Número de ocorrências

Segundo a PM/AC, nas últimas semanas foi registrada uma redução no número de ocorrências na Cidade do Povo. Porém, o motivo da diminuição seria o fato de que entre os moradores prevalece a lei do silêncio. A maioria dos crimes que acontecem na região não são denunciados pelos moradores.

 

Assuntos desta notícia