Porta-voz do governo critica atitude de sindicatos após suspensão de reajuste salarial

 O porta-voz do governo do Acre, Leonildo Rosas, publicou um vídeo em sua página de Facebook criticando as declarações de alguns sindicatos após a suspensão dos aumentos salariais negociados.

Rosas afirma que o governo está lutando para garantir os aumentos e reajustes. Ele explica que se trata apenas de uma disputa a respeito da interpretação jurídica sobre o caso. “O governador Tião Viana está tomando todas as medidas para assegurar o direito do Estado de contratar servidores e de conceder reajustes”.

Por meio de medida cautelar, o Tribunal de Contas do Estado (TCE) suspendeu o reajuste salarial dos servidores da Educação, Saúde, bem como a incorporação de uma gratificação para os policiais militares.

“O que nos vem chamando muita atenção é o posicionamento de alguns sindicatos. Essas pessoas deveriam estar lutando pelos interesses dos servidores, mas o que temos visto é que estão torcendo contra. Vamos acabar com os boatos e ter comprometimento com a cauda do Estado. Sindicalista é para defender categoria e o Estado defender o interesse público. Temos a certeza de estarmos dentro da lei”, acrescentou o porta-voz.

Nesta quinta-feira, 16, o conselheiro do TCE, Antônio Malheiro, deve se reunir com representantes dos sindicatos para apresentar o relatório ao seu pedido de vista sobre a medida cautelar do órgão.

O outro lado – O Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado (Sinteac) foi uma das entidades que se manifestou após o veto do reajuste salarial. Em nota, o sindicato afirma que “em hipótese alguma os trabalhadores devem ser condenados pelo fato de o governo não ter feito a lição básica de casa, que é se adequar à Lei de Responsabilidade Fiscal”.

Assuntos desta notícia