Setor produtivo do Acre discute reforma trabalhista ponto a ponto

“Reforma Trabalhista Ponto a Ponto”. Este é o tema do seminário que será realizado na próxima terça-feira, 28, a partir das 16h30, na sede da FIEAC, em Rio Branco. O evento, organizado por diversas instituições empresariais, profissionais liberais e sindicatos, terá como palestrante Pablo Rolim Carneiro, especialista em Políticas e Indústria da Confederação Nacional da Indústria (CNI).
Representantes das entidades que promoverão o seminário estiveram reunidos na tarde de sexta-feira, 24, na Casa da Indústria, para acertar os últimos detalhes do evento. Na ocasião, o presidente em exercício da FIEAC, José Afonso Boaventura, comentou que, como a reforma trabalhista entrou em vigor no dia 11 deste mês, é essencial que todos estejam cientes das novas regras.
Já Alex Barros, assessor para Assuntos Econômicos da Fecomércio, ressaltou que um dos principais pontos que precisam ser de conhecimento de todos os empreendedores diz respeito ao acordo coletivo, que poderá prevalecer sobre a legislação. “Se o empresário não compreender pontos como esse, ele poderá fazer um acordo que impactará o seu negócio. Por isso é essencial que todos estejam presentes no seminário para sanar quaisquer dúvidas, já que, a partir de janeiro, novas convenções trabalhistas já começam a ser firmadas”, salientou.
Para o assessor de Relações Institucionais da FIEAC, Assurbanípal Mesquita, o seminário será de grande valia, já que o consultor da CNI que virá ao Acre para palestrar sobre reforma trabalhista acompanhou de perto e também participou dos debates que resultaram na modernização da legislação.
“De fato, a reforma trabalhista traz uma série de pontos positivos. Mas exige, também, uma nova postura dos sindicatos patronais e laborais, sobretudo nos acordos coletivos. É essencial que todos os pontos estejam bem esclarecidos para que os empresários possam usufruir dos benefícios da nova legislação e, consequentemente, aumentar a competitividade de seus empreendimentos e gerar mais empregos”, acrescentou.
O seminário, que terá entrada gratuita, é uma realização da CNI, FIEAC, Fecomércio, Federacre, FAEAC, Ascontacre, Sescap-AC, Creci-AC, CRA-AC, CRC-AC, Sinduscon, Sindmóveis, Sindigraf, Sindpan, Sincepav, Sindusmad, Sindoac, Sincon, Sidmineral e Sinpal. (Assessoria FIEAC)

Assuntos desta notícia