Jarude alerta prefeitura sobre dificuldades enfrentadas por autistas no Centro de Atendimento

O vereador Emerson Jarude (MDB) falou nesta terça-feira, 22, sobre a utilização inadequada do espaço do Centro de Atendimento ao Autismo – O Mundo Azul, localizado nas dependências do Centro de Saúde Barral y Barral.

Segundo a Associação Família Azul, a sala de terapia do local estava sendo utilizada, desde o início da pandemia, para coleta de exames de Covid-19. O serviço foi suspenso após uma visita da entidade na semana passada.

“A situação é completamente inadequada já que há fluxo diário de familiares e crianças no local. E essas crianças não podem estar em contato com possíveis contaminados na mesma estrutura física”.

Vereador Emerson Jarude fez observações sobre a situação do Centro de Atendimento ao Autismo – O Mundo Azul (Foto: Ascom CMRB)

Jarude aproveitou para chamar atenção da prefeitura sobre a fila de espera de atendimento no Centro. Hoje, estima-se que exista 6 mil autistas, entre crianças e adultos diagnosticados e não diagnosticados, em Rio Branco.

“Apenas 26 crianças estão sendo atendidas por tele atendimento no Mundo Azul, sendo que 450 estão cadastradas, aguardando atendimento. E outras 400 estão na espera para serem lançadas no sistema. Na rede pública de saúde, falta médicos especialistas, capacitação de profissionais, mapeamento, acompanhamento adequado, cadastro integrado. São muitas as deficiências no sistema de atendimento ao autista”, acrescentou. (Assessoria)

Assuntos desta notícia