Edvaldo Magalhães defende convocação imediata de jovens aprovados no concurso da PM/AC

O líder da oposição na Assembleia Legislativa do Acre, deputado Edvaldo Magalhães (PCdoB) defendeu, nesta quinta-feira (12), a convocação do cadastro de reserva do concurso da Polícia Militar.

O parlamentar disse que a Aleac precisa garantir no Orçamento, que deve entrar em discussão na Casa Legislativa na próxima semana, recursos para o chamamento destes, além de evitar que o concurso tenha o prazo de validade expirado. O concurso vence dia 25 de fevereiro de 2021. São quase 500 jovens aguardando convocação.

Deputado se mostra preocupado pois o concurso expira no dia 25 de fevereiro de 2021, e são quase 500 jovens. Ele frisa que a Aleac precisa garantir os recursos no ano que vem para o governo fazer chamamentos (Foto: Assessoria) 

“A Assembleia Legislativa precisa abraçar a causa desses jovens, que não é apenas deles, é da Segurança Pública do nosso Estado. É uma necessidade da sociedade! Garantir que o Orçamento garanta o chamamento dos integrantes do cadastro de reserva e também não permitir que o concurso caduque, são tarefas da Aleac”, disse Edvaldo Magalhães.

Em outro ponto, o parlamentar solicita que o governador Gladson Cameli (Progressistas) cumpra a promessa de campanha e convoque esses aprovados, com isso a Segurança Pública do Acre ganha um reforço e o Estado ganha evitando mais dispêndios de recursos, com a abertura de um novo concurso.

“O governador Gladson Cameli precisa cumprir o compromisso e a promessa que fez a esses jovens”, pontua o deputado do PCdoB. (Assessoria Parlamentar)

Assuntos desta notícia