Polícia Civil do Acre deflagra Operação AITOFEL e prende 11 pessoas em Feijó

A Polícia Civil do Acre, por meio da Delegacia Geral de Polícia Civil de Feijó (DGPCF), distante 350 km da capital, deu início na manhã desta segunda-feira, 7, à execução da “Operação AITOFEL”, desdobramento da “Operação Calabar”. Durante a ação policial foram cumpridos oito mandados de busca e apreensão e 11 mandados de prisão sendo que destes, cinco eram conselheiros da facção criminosa do Comando Vermelho e dois ex-conselheiros.

Prisões ocorreram na manhã de hoje em Feijó durante Operação Aitofel (Foto: Ascom/Polícia Civil)

No total, foram presas 11 pessoas ligadas ao crime organizado apontadas durante investigação de participação efetiva dentro núcleo que tomava decisões. O processo investigativo durou cerca de 60 dias o que identificou os mesmos como pertencentes a facções que agiam no município.

A Policia Civil do Acre em Feijó contou com apoio do Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (GAECO) e da Vara do ORCRIM. O nome da “Operação AITOFEL” faz referência ao livro sagrado onde aponta que um dos conselheiros de Davi, Rei de Israel, traiu seu Rei e começou a dar conselhos para um outro que usurpou o poder e por este motivo teve um fim trágico.

A ação policial teve como principal objetivo a prisão de alguns conselheiros e ex-conselheiros do Comando Vermelho, além de outros membros que agiam naquele município. (Ascom/Polícia Civil)

Assuntos desta notícia