Consultada sobre o Projeto de Lei em tramitação na Câmara Municipal de Rio Branco que “Autoriza o Poder Executivo a subvencionar as empresas concessionárias de Transporte Público Coletivo urbano em razão dos efeitos da pandemia do Covid-19”, a Executiva Municipal do MDB manifestou-se contra a aprovação da proposta. Um comunicado assinado pelo presidente do partido em Rio Branco, deputado estadual Roberto Duarte, será encaminhado à Câmara de Vereadores sobre o posicionamento da sigla.

“A Executiva Municipal do MDB em Rio Branco compreende que a Prefeitura está querendo cobrir um déficit de empresas que não esperavam um evento (Covid-19) e que trouxe consigo seríssimos danos as suas receitas afetando a sua operacionalidade Contudo, entendemos que não é dever do municipio de cobrir eventuais prejuízos das referidas empresas que prestam serviço de Transporte Público em nossa cidade sem previsão orçamentária e/ou contratual. Por fim a abertura de crédito especial deve informar de onde sairá o recurso, o que não informado na justificativa e nem no próprio Projeto de Lei bem como ainda não foi apresentado anexo ao Projeto de Lei o estudo de impacto financeiro/orçamentário”, diz o texto da Executiva do MDB.

A prefeitura de Rio Branco está pedindo autorização à Câmara Municipal para repassar às empresas R$ 2, 4 milhões para pagamento de débitos com seus trabalhadores. A maioria dos vereadores, entretanto, resiste. Tentando pressionar os parlamentares, os motoristas realizam uma paralisação total dos ônibus da capital nesta segunda-feira.

O vereador Emerson Jarude, que é do MDB, lembrou que “a responsabilidade de pagar seus funcionários é das empresas, e não dos vereadores.”

“A máfia do transporte coletivo mais uma vez dá o calote em suas contas e prejudica a população com essa greve. Os donos das empresas deveriam arcar com suas despesas, e não a população. Prefeita Socorro Neri, vamos abrir a caixa preta do transporte coletivo de Rio Branco? Ou vai continuar não se manifestando sobre o assunto?”, indaga. (Noticias da Hora)