“Não há médicos suficientes, todos no limite”, afirma sindicato sobre a lotação das UTIs em hospitais do Acre

A situação da saúde no Acre não está fácil. Neste domingo, 7, atingiram a lotação as UTIs do Hospital Regional do Juruá, em Cruzeiro do Sul, do Into e do Pronto Socorro, em Rio Branco. Segundo o Sindicato dos Médicos do Acre (Sindmed-AC), faltam médicos, enfermeiros e técnicos nos locais.

No Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco (Huerb), mais de dez pacientes esperam abrir vagas na UTI. “Não há médicos suficientes, todos no limite, esgotados”, disse o sindicato.

A Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre) informou que no começo desta tarde enviou mais 5 respiradores e equipamentos para montagem de novas UTIs no Hospital Regional do Juruá. A direção do local estuda ainda a possibilidade de contratação de mais profissionais. (BRENNA AMÂNCIO, da Redação A GAZETA)

Assuntos desta notícia