Pular para o conteúdo

Acre mantém diesel e gasolina mais caros do País

Diesel e diesel S-10 foram comercializados pelo preço médio mais alto do País

De acordo com o mais recente levantamento do Índice de Preços Ticket Log (IPTL), os postos da Região Norte registraram os menores aumentos de preços do diesel e da gasolina do País no início de junho, na comparação com o fechamento de maio. O preço médio da gasolina, de R$ 5,781, se manteve estável, com leve aumento de 0,03%. Já a alta no litro do diesel comum foi de 0,22%.

“No caso do diesel S-10, houve redução no valor médio por litro na Região Norte, de 0,06%. Ainda assim, os postos apresentaram o combustível mais caro do País, a R$ 5,001. O mais alto valor também foi registrado para o diesel comum, a R$ 4,946”, pontua Douglas Pina, Head de Mercado Urbano da Edenred Brasil.

O preço médio do etanol no Norte avançou 3,90%, e o combustível foi comercializado a R$ 5,094. O Pará se manteve como o estado com o litro mais caro, a R$ 5,588, enquanto o Amazonas registrou o etanol com menor valor médio, a R$ 4,281.

No Acre, o diesel, o diesel S-10 e a gasolina marcaram mais uma vez o preço médio mais alto do País nas bombas. O diesel comum foi encontrado a R$ 5,746; o diesel S-10, a R$ 5,632; e a gasolina, a R$ 6,390. Com exceção do diesel S-10, o estado apresentou os maiores aumentos da região, de 1,77% no preço médio do diesel, 6,17% no do etanol, e 1,03% no da gasolina.

No Amapá e no Amazonas, a gasolina apresentou redução nos preços, de 0,34% e 2,39%, respectivamente. A taxa nos postos amazonenses foi a mais significativa do País, e o combustível passou a ser encontrado pelo menor preço da Região Norte por lá, a R$ 5,261.

O Amazonas também registrou o diesel mais barato da Região Norte, a R$ 4,580. Já no Tocantins foi encontrado o diesel S-10 com menor valor médio por litro, de R$ 4,633.

 O IPTL é um índice de preços de combustíveis levantados com base nos abastecimentos realizados nos 21 mil postos credenciados à Ticket Log, que tem grande confiabilidade, por causa da quantidade de veículos administrados pela marca: 1 milhão ao todo, com uma média de oito transações por segundo. A marca de gestão de frotas e soluções de mobilidade da Edenred Brasil conta com mais de 30 anos de experiência e se adapta às necessidades dos clientes, oferecendo soluções modernas e inovadoras, a fim de simplificar os processos diários.

Variações e correlação gasolina x etanol