Pular para o conteúdo

Sebrae estimula comportamento empreendedor em concurso cultural sobre a aviação no Acre

Em alusão ao aniversário de 59 anos da elevação do Acre à estado, comemorado no dia 15 de junho, o Governo do Estado, por meio da Fundação Elias Mansour (FEM), com apoio do Sebrae, lançou a exposição “1936: A trajetória – um voo pela história da aviação no Acre”, nesta terça-feira (15), no Memorial dos Autonomistas.

Na ocasião, estiveram presentes o governador Gladson Cameli e demais autoridades do Estado, além dos representantes do Sebrae no Acre – diretor-superintendente Marcos Lameira, diretor técnico Lauro Santos e diretor administrativo financeiro, Francinei Santos – e do Brigadeiro do Ar, Luiz Guilherme Magarão.

Escolas de ensino médio foram convidadas pelo projeto Educação Empreendedora, do Sebrae, para visitar a exposição e conhecer exemplos de comportamentos empreendedores para o desenvolvimento da aviação no Acre.

Os alunos também participarão de um concurso cultural que irá escolher as melhores frases sobre a história da aviação no Acre, e tem como premiação, para os três primeiros colocados, um voo no helicóptero do Governo do Estado e a miniatura do Caça F-39 Gripen, a nova aeronave da Força Aérea Brasileira.

“O Sebrae vê uma oportunidade ímpar em participar dessa exposição, são empresas de sucesso, que tem comportamento empreendedor, que seguem adiante. O concurso é justamente para que as crianças possam vislumbrar não só uma carreira na aviação, mas também de seguir comportamentos empreendedores”, pontuou o diretor técnico do Sebrae, Lauro Santos.

A exposição, que reforça a importância da aviação para a criação do Acre, ficará aberta para visitação até o dia 27 de junho. “Esse é um momento em que podemos somar forças e movimentar a cidade culturalmente, além de gerar movimento educacional, econômico e social”, disse o presidente da FEM, Manoel Pedro (Correinha).

Além do contexto histórico, está exposta a réplica do Caça F-39 Gripen. “Pela primeira vez estamos tendo a oportunidade de trazê-la para a Amazônia Ocidental. É uma aeronave que traz recursos inovadores, uma maior capacidade operacional para a Força Aérea e isso tudo vai transparecer na apresentação dessa exposição”, declarou o Brigadeiro Magarão.