Pular para o conteúdo
de agosto a novembro

Acre é foco de operação nacional de combate a incêndios florestais

Foram registrados 271 focos de queimadas no Acre até a última quinta-feira, 22.

Foram registrados 271 focos de queimadas no Acre, em 2021.

O Acre é um dos noves estados que vai ganhar foco na operação “Guardiões do Bioma”, que deve contar com a atuação de seis mil profissionais no combate a crimes ambientais, de agosto a novembro deste ano. A operação faz parte do Plano Estratégico para o Combate a Incêndios Florestais, lançado na última quinta-feira, 23, pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública.

A ação vai priorizar a demanda principal de cada estado durante este período. Casos relacionados a queimadas devem contar com reforços na fiscalização e prevenção no Acre, visto o aumento das queimadas neste ano. De janeiro até a última quinta-feira,22, foram registrados 271 focos de queimadas no Estado.



O pagamento dos profissionais da operação será de responsabilidade do Governo Federal. O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais (Ibama) e o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) também vão ceder 3,5 mil servidores para a operação. Entretanto, até o momento, os representantes locais destes órgãos ainda não foram informados sobre a operação.

Queimadas no Acre

Dados do Centro Integrado de Geoprocessamento e Monitoramento Ambiental (Cigma) apontam que houve um aumento dos casos em relação ao mesmo período do ano passado.

As cidades com mais casos são Brasileia, Tarauacá e Cruzeiro do Sul. As principais áreas destas queimadas são em projetos de assentamentos, propriedades particulares e Unidades de Conservação. O site A Gazeta do Acre entrou em contato com o Instituto de Meio Ambiente do Acre (Imac), órgão responsável pela fiscalização, e aguarda retorno. 

A antecipação do verão amazônico, devido ao efeito La Niña, seria o principal motivo para o aumento dos casos, neste ano.

Veja mais em: Acre registra 234 focos de incêndio, de janeiro a julho; tendência é de crescimento

error: Conteúdo protegido!!!