Pular para o conteúdo
Polícia Federal

Operação “Carga Segura” combate esquema de evasão de divisas nas fronteiras com Bolívia e Peru

Quatro pessoas foram intimadas a prestarem esclarecimentos sobre os fatos. Os trabalhos contam com a participação de 28 policiais federais

A Polícia Federal (PF) cumpre na manhã desta quinta-feira, 22, sete mandados de busca e apreensão, sendo quatro deles em empresas e residências localizadas nos municípios acreanos de Brasileia e Assis Brasil e três no município de Quatro Barras, no Paraná. A ação integra a operação “Carga Segura”, de combate a um esquema de evasão de divisas na região de fronteira do Acre com Bolívia e Peru.

Quatro pessoas foram intimadas a prestarem esclarecimentos sobre os fatos. De acordo com a polícia ferderal, os acusados faziam o transporte de carga de alto valor, com saída pelas cidades acreanas de Assis Brasil, Epitaciolândia e Brasileia, na fronteira. Prática que compromete a política cambial do Brasil, causando prejuízos ao Estado.

A investigação teve início em maio de 2020, a partir de um flagrante onde se apreendeu alto valor em dinheiro. Logo, a polícia apurou que não se tratava de um caso isolado, mas de um meio empregado sistematicamente para saída de valores do território nacional.

Segundo apurado pela polícia, os envolvidos seriam responsáveis por operacionalizar o esquema, atuando como despachantes do crime. As investigações apontaram ainda que, a princípio, esses valores seriam para custear o pagamento da escolta das cargas de alto valor na travessia pelos países andinos. Mas, outros objetivos também devem ser comprovados no final da apuração da polícia.

O crime de evasão de divisas prevê até seis anos de pena de reclusão.