Pular para o conteúdo
Agnes Cavalcante
Agnes Cavalcante é jornalista e co-criadora da página @investidoracreana no Instagram, onde compartilha informações sobre investimentos

Como calcular o valor da Reserva de Emergência?

guapisima, coluna agnes, patrocinador

Todo mundo quer entrar no universo dos investimentos e ganhar rios de dinheiro, mas existe um passo importantíssimo que não tem como pular: a criação da reserva de emergência, que é aquele valor que você precisa ter para qualquer imprevisto que possa acontecer, afinal, imagina só você colocar todo seu dinheiro na bolsa de valores e perder um dinheirão tendo que vender suas ações em momento de imprevisto?



Na nossa última conversa falamos sobre os imprevistos da vida e é perfeitamente natural que surja a dúvida: “Quanto eu devo ter guardado para minha Reserva de Emergência?”. Não existe resposta certa para essa pergunta, então a minha é: depende.

Especialistas defendem que essa reserva deve ser, em média, de três a seis vezes o seu custo de vida mensal se você é apenas uma pessoa física ou de até um ano se for um autônomo, pois se o negócio não for tão bem nesse período, você consegue “se pagar” enquanto toma fôlego. Mas nós estamos enfrentando uma pandemia há quase dois anos, o que mostrou mais do que nunca o quanto é importante ter uma reserva financeira, pois como estamos presenciando, o impacto na economia e, consequentemente, na minha e na sua vida foi e está sendo palpável.

É por isso que eu gosto de calcular uma reserva para o prazo de um ano, pois acho um tempo razoável pra você se reerguer do que seja. Dessa forma, para calcular sua reserva financeira, você precisa pensar em todos os seus gastos fixos mensais e multiplicar esse valor pelos meses que você quer que sua reserva dure. Vamos calcular na prática?

Imagina que suas contas fixas mensais são as seguintes:

– Supermercado: R$ 500,00

– Água: R$ 28,00

– Gás: R$ 102,00

– Energia elétrica: R$ 300,00

– Combustível: R$ 200,00

– Internet: R$ 100,00

– Aluguel: R$ 500,00

Total de gastos fixos mensais: R$ 1.730,00

Dessa forma, nesse exemplo, se você tem R$ 1.730 de gastos fixos mensais – contas fixas para pagar todo mês e viver com o básico, sem luxo – e você quer formar uma reserva de emergência para o período de um ano, sua primeira meta de investimentos deve ser juntar o valor total de R$ 20.760,00.

Eu sei, talvez pareça impossível. Mas não, criatura. Não é! Com foco e disciplina, você consegue juntar sim esse valor e só então você vai poder alçar voos mais altos, e vai poder se arriscar mais no mundo dos investimentos.

Uma coisa que aprendi nesse tempo estudando sobre educação financeira é jamais pular etapas para não se expor ao risco de perder tudo ou ficar endividado.  Então faça já esse cálculo e me conta lá no instagram @investidoracreana se você já está juntando sua Reserva de Emergência?

Ah, e muito importante: aconteceu algo e você teve que usar parte da sua reserva: Reponha o mais breve possível, porque sua reserva precisa estar sempre inteira.

Na nossa próxima conversa aqui, vou te contar quais as melhores opções para colocar a Reserva de Emergência, porque se você acha que a poupança é a resposta, já te adianto que você está enganado! (risos)

Um abraço, e vamos investir!

error: Conteúdo protegido!!!