Pular para o conteúdo
Em Rio Branco

Egressos dos sistemas prisional e socioeducativo serão capacitados em produção de biojoias

Projeto-Piloto será realizado para egressos moradores do Cidade do Povo

Cerca de 72 egressos e monitorados do sistema prisional e socioeducativo de Rio Branco terão a oportunidade de realizar um curso de produção de biojoias. O público alvo deste projeto-piloto são egressos moradores do conjunto habitacional Cidade do Povo.

Ao todo, o Instituto de Administração Penitenciária (Iapen) detectou 90 presos monitorados e mais 20 egressos do sistema na região que estão hábeis para fazer o curso de 20 horas. Com relação aos jovens apreendidos no  Instituto Socioeducativo (ISE), o curso estará disponível para as mães dos reeducandos. A primeira turma deve iniciar no dia 30 de agosto.

O projeto “Estado da Biojoia” foi divulgado nesta semana e uma palestra será realizada na próxima quarta-feira,25, para mobilizar e incentivar a formação das turmas. As matrículas também serão realizadas no mesmo dia. Ao todo, seis turmas com 12 alunos cada serão capacitadas com as instruções de um mestre artesão. Uma exposição com o material produzido será realizada como forma de conclusão do curso.

A ação está inserida nos programas Empreender para Crescer e Acre pela Vida, e conta com a parceria entre o Iapen, a Secretaria de Estado de Empreendedorismo e Turismo (Seet), o ISE, a Secretaria de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) e o Instituto Estadual de Educação Profissional e Tecnológica (Ieptec).

 

Projeto-piloto será lançado para a comunidade na próxima quarta-feira,25. (Foto: Elenilson Oliveira)