Pular para o conteúdo
Influentes

Perpétua e Petecão são os únicos do Acre na lista dos 100 ‘cabeças’ do Congresso Nacional

Segundo o DIAP, os “Cabeças” do Congresso Nacional são aqueles parlamentares que conseguem se diferenciar dos demais pelo exercício de todas ou algumas das qualidades e habilidades do processo legislativo

A deputada federal Perpétua Almeida (PC do B) e o senador Sérgio Petecão (PSD) estão entre os 100 “Cabeças” do Congresso Nacional, na edição de 2021, da já tradicional pesquisa realizada pelo Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (DIAP), constituído por cerca de 900 entidades sindicais de trabalhadores congregando centrais, confederações, federações, sindicatos e associações distribuídas em todos os estados do País.

Segundo o DIAP, os “Cabeças” do Congresso Nacional são aqueles parlamentares, deputados e senadores que conseguem se diferenciar dos demais pelo exercício de todas ou algumas das qualidades e habilidades do processo legislativo.

É considerado o parlamentar que, isoladamente ou em conjunto com outras forças, é capaz de criar o papel e o contexto para desempenhá-lo se caracterizando um protagonista do processo legislativo, destacando-se pela a capacidade de conduzir debates, negociações, votações, articulações e formulações, seja pelo saber, senso de oportunidade, eficiência na leitura da realidade, que é dinâmica, e, principalmente, facilidade para conceber ideias, constituir posições, elaborar propostas e projetá-las para o centro do debate, liderando a repercussão dessas, e tomada de decisão.

Única da bancada de deputados federais do Acre a aparecer na lista, Perpétua Almeida, que é vice-líder da oposição a Bolsonaro na Câmara, aparece disse ao site A Gazeta do Acre que é uma honra estar de novo na lista.

“É uma honra estar mais uma vez na lista do Diap, que define os 1100 Cabeças” do Congresso, os congressistas mais influentes. Isso me traz muita alegria, porque é um reconhecimento de que a nossa luta em defesa do Acre e do Brasil, mais justo e melhor para todos, está trazendo saldo positivo e visibilidade política. Eu gosto da politica, e procuro sempre trabalhar com amor e fazer bem feito o que faço. Quando se acredita no que se faz, é a certeza de colher bons frutos.”, destacou.

O senador Sérgio Petecão disse à reportagem que não esperava. “Isso é motivo de muita alegria para mim, de muita satisfação. Confesso que nem esperava. Tem muita gente que briga para estar nessas listas e para mim é indiferente, mas lógico que eu estou feliz. São 513 deputados federais e 81 senadores. Estamos falando de quase 600 pessoas e para mim é muito legal porque é fruto de um trabalho. Nossa passagem na primeira secretaria do Senado, hoje estou presidindo a Caes (Comissão de Assuntos Sociais), que é uma comissão muito importante, os quatros anos como deputado federal, oito anos do primeiro mandato e agora esse. Tudo isso ajuda. O PSD é um partido que tem uma expressão. Hoje nós somos onze senadores, a segunda maior bancada. Então eu poso dizer que estou feliz. Não esperava. A gente ser do Acre, com tanta dificuldade e estar numa lista dessa. Estou feliz.”, declarou.