Pular para o conteúdo
COVID-19

Músico que planejava primeiro filho fica infértil após ter Covid-19

Um músico de 42 anos planejava há cerca de sete anos ter seu primeiro filho por meio de inseminação artificial, devido a endometriose severa de sua mulher. No entanto, tudo mudou quando Alessandro Ribeiro Inácio descobriu que ficou infértil devido às complicações causadas pela Covid-19. O homem tenta reverter a situação com um tratamento de três meses indicado por especialistas.

O casal contraiu Covid-19 em junho deste ano com sintomas que fizeram ser necessário a internação de ambos em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs). Ele ficou 18 dias internado na UTI, sem intubar, e mais outros cinco dias na enfermaria.

Depois do ocorrido, Alessandro descobriu que havia tido um derrame pleural no pulmão e trombo pulmonar, além de pegar duas bactérias hospitalares. Duas semanas depois, ao voltar para os procedimentos de inseminação artificial com sua esposa, ele teve que repetir os exames, que logo apontaram a sua infertilidade.

Antes de contrair a Covid-19, o espermograma do homem apontava índice de cerca de 80% de vitalidade (espermatozoides vivos). Depois da sua recuperação, o número não chegava a 1% do total.

O que se sabe sobre a infertilidade ligada à Covid-19?

Um estudo publicado este ano pela Universidade de São Paulo (USP), apontou que a infecção causada pela Covid-19 pode estar ligada a casos de inflamação do epidídimo em homens, um canal próximo aos testículos por onde passam os espermatozoides.

De acordo com o portal G1, o ginecologista Condesmar Marcondes, especialista em reprodução humana e médico do casal, o músico está tomando vitaminas e antioxidantes potentes, durante três meses, para tentar reverter a situação.

“Eu nunca tinha visto isso na minha clínica. Não quer dizer que todos os homens se tornarão inférteis, mas também pode haver mais pessoas inférteis sem descobrir”, afirmou o ginecologista.

Depois que terminar o tratamento, o músico irá passar por novos exames para saber se o tratamento teve eficácia.