Pular para o conteúdo
Agnes Cavalcante
Agnes Cavalcante é jornalista e co-criadora da página @investidoracreana no Instagram, onde compartilha informações sobre investimentos

Afinal, o que é investir?

Na hora de investir, as pessoas já pensam em gráficos com dados que ninguém entende, bolsa de valores e moedas que ninguém sabe direito quem criou, entre outras coisas (risos).

Eu entendo seu pavor, de verdade. Mas quando comecei a investir, poucas pessas sabiam abordar esse assunto de forma simples, por isso, resolvi simplificar pra você, como eu gostaria que tivessem feito comigo.

Então, presta atenção. Investir nada mais é do que emprestar seu dinheiro, assim como você faria com um parente. Agora investir (leia-se emprestar) seu dinheiro pra quem? Esse é o ponto. Você pode emprestar seu dinheiro para bancos, para o próprio governo, para instituições financeiras, empresas, etc.

banner, matias souza, patrocinio coluna agnes cavalcante

Para o governo, a vantagem é que você conta com a segurança do Tesouro Nacional, ou seja, é o investimentos considerado mais seguro do mercado, proque afinal, você vai emprestar seu suado dinheirinho para o próprio governo. Mas esse é um capítulo à parte, porque o assunto “Tesouro Direto” merece um capítulo à parte!

Agora os bancos precisam de dinheiro para financiar vários tipos de atividades, por isso, os produtos emitidos por estas instituições são inumeros e o que muda para cada um deles é o prazo e, claro a remuneração. Os bancos podem ter produtos como a famosa poupança, os Certificados de Depósito Bancário (CDB), Recibos de Depósito Bancário e as Letras de Crédito, que podem ser do setor imobiliário ou do agronegócio.

Já as instituições financeiras podem oferecer, Letras de Câmbio, Recibo de Depósito Bancário e as LCI ou LCA que você viu acima.

E as empresas, é claro, que podem estar na Bolsa de Valores, então você pode adquirir ações delas, tem os Fundos Imobiliários e as debêntures, que são literalmente um empréstimo que você faz para empresas e recebe de volta com juros.

Basicamente, é isso. Ficou mais fácil agora ou você ainda está aí achando que investir não é pra você? Sinceramente, depois que eu entendi que é melhor receber juros do que pagar juros, eu não caio nessa de ficar sem investir nunca mais! Hahaha

Vem comigo nessa? Então me conta lá no instagram tudo o que você ainda quer saber!

guapisima, coluna agnes, patrocinio

Leia também: O que a pane global das redes sociais tem a ver com o seu dinheiro?