Pular para o conteúdo
estupro de vulnerável

Idoso é condenado a quase 60 anos por estupro de três netas no interior do Acre

Das três vítimas, uma foi abusada dos 6 até os 13 anos de idade, inclusive chegou a engravidar. O caso ocorreu entre os anos de 2015 e 2021

Um homem de 73 anos de idade foi condenado a 58 anos e oito meses de prisão, em regime inicial fechado, por abusar das três netas. A sentença é da Vara da Infância e da Juventude da Comarca de Cruzeiro do Sul.

Das três vítimas, uma foi abusada dos 6 até os 13 anos de idade, inclusive chegou a engravidar. As outras também foram abusadas bem novas, quando tinham 6 e a outra 9 anos de idade. O caso ocorreu entre os anos de 2015 e 2021, no Rio Juruá, Comunidade Triunfo, no município de Marechal Thaumaturgo, no interior do Acre.

De acordo com a sentença, assinada pelo juiz de Direito Marlon Machado, as crianças eram ameaçadas de morte pelo avô, caso denunciassem os abusos. A neta mais velha passou a morar com o avô depois que ele ficou viúvo.

Na audiência, a vítima esclareceu que até os 12 anos, o avô apenas passava a mão no corpo dela, mas que foi se intensificando e chegou a trancá-la no quarto dele e a enforcá-la para manter relação sexual. A denúncia foi feita quando ela fugiu da casa dele e relatou a situação à mãe, que a orientou a denunciar o caso. As duas irmãs também confessaram os abusos.