Pular para o conteúdo
último dia

Usina de Arte recebe as últimas apresentações do V Festival Matias de Teatro de Rua

Além dos espetáculos, a confraternização “Evoé Festival Matias” marca o encerramento do Festival, a partir das 21h, na Usina de Arte

Espetáculo “Mamulengando”, do grupo Mamulengo Fuzuê, do Distrito Federal, traz o Teatro Popular de Bonecos às 17h.

*ATENÇÃO: DEVIDO A CHUVA A PROGRAMAÇÃO QUE SERIA REALIZADA NA PRAÇA DA REVOLUÇÃO FOI TRASNFERIDA PARA A USINA DE ARTE JOÃO DONATO

Após quatro dias com mais de 20 apresentações teatrais gratuitas, o V Festival Matias de Teatro de Rua encerra sua programação com os espetáculos dois espetáculos na Praça da Revolução, no centro de Rio Branco e uma confraternização na Usina de Arte João Donato. As peças “Mamulengando” será apresentada às 17h e a montagem “Um canto para Carolina” será às 19h.

“Essa foi uma semana bastante intensa, com atividades ocorrendo em vários lugares de forma muito positiva. Foi muito gratificante o resultado do Festival, superamos nossas expectativas, pois a gente temia muito não conseguir agregar as pessoas, mas teve pessoas vindo especificamente para ver os espetáculos, não apenas os frequentadores comuns dos locais, como no Horto. Nesse sábado nosso desafio é usar a Praça da Revolução!”, avalia Lenine Alencar, produtor geral do evento.

Da Cia dos Inventivos, de São Paulo, “Um canto para Carolina” é inspirado na obra “Quarto do despejo”, de Carolina Maria de Jesus, uma das escritoras negas mais importantes do Brasil. Na peça, Carolina é levada para cena como a mãe de João, José e Vera, aos quais ela lhes entrega a primeira edição do seu livro. Mergulhando no cotidiano registrado por ela, os filhos revivem suas histórias de luta por uma vida melhor.

“Um Canto para Carolina”, da Cia. Inventivos de Teatro, de São Paulo, será a última apresentação do Festival, às 19h

Do grupo Mamulengo Fuzuê, do Distrito Federal, “Mamulengando” espetáculo busca levar o público a um irreverente e alegre passeio pelo imaginário popular brasileiro, através do Teatro Popular de Bonecos. Inspirado em cenas e personagens tradicionais do Babau do João Redondo e do Mamulengo, Figuras como: Palhaço da Vitória, Janeiro, Cabo Zé Setenta, Rosinha do Bole-bole e Benedito entram em cena ao sabor do improviso e guiados por canções populares executadas ao vivo

“Participamos uma vez do Festival, foi muito marcante e importante poder nos reunirmos com outros grupos, pois fortalece muito o movimento do teatro de rua no Brasil. Estamos bastante ansiosos para o reencontro com o público, vai ser um momento bem diferente e especial para todo mundo e uma oportunidade de fazer o que a gente mais gosta, de estar na rua, brincando com as pessoas”, comenta Thiago Francisco, brincante/ bonequeiro e diretor do grupo.

Além dos espetáculos, a confraternização “Evoé Festival Matias” marca o encerramento do Festival, a partir das 21h. No evento a artista Camila Cabeça fará sua apresentação/aula “Carimbó para depestar o Corpo”. Haverá também um microfone aberto ao público para intervenções musicais, discotecagem com Diogo Soares e a participação dos grupos que integraram o Festival. Para os artistas e convidados, o público pode participar agendando a entrada pelo telefone (68) 99214-5545.

O Festival teve também a realização do Encontro Nacional de Teatro de Rua, na última sexta-feira,15. Realizado de forma híbrida, com os grupos daqui reunidos e artistas de outros estados de forma virtual, o Encontro vislumbrou as possibilidades para próximos projetos. “Foi mais um processo de conjuntura avaliativa e proposições para futuras mostras, já que o Acre está iniciando esse processo de realização de mostras de teatro de rua no Brasil”, pontua Lenine.

A produção do evento agradece também aos os gestores municipais de cultura dos municípios de Senador Guiomard e Bujari, pela parceria que deve abrir caminhos para projetos futuros.

O V Festival Matias de Teatro de Rua iniciou no dia  12 de outubro  com apresentações em vários pontos de Rio Branco, além de Bujari e Quinari. Com produção e idealização da Cia. Visse Versa, o Festival é realizado com financiamento da Lei Aldir Blanc, pela Fundação Elias Mansour (FEM) e do Fundo Municipal de Cultura, da Fundação Garibaldi Brasil (FGB), apoio das Prefeituras do Bujari e Senador Guiomard, e parcerias da FETAC e da RBTR.

Confira a programação deste sábado, 16:

Dia 16/10 – Sábado

  • RIO BRANCO

19h – Mamulengando / Mamulengo Fuzuê (DF) – USINA DE ARTE JOÃO DONATO

20h- Um canto para Carolina/ Cia dos Inventivos (SP) – USINA DE ARTE JOÃO DONATO

21h – Evoé Festival Matias – USINA DE ARTE JOÃO DONATO