Pular para o conteúdo
benefício social

Longas filas marcam primeiro dia de pagamento do Auxílio Brasil, em Rio Branco

O Auxílio começou a ser pago nesta quarta-feira, 17, em todo o país, e chega para suprir o agora extinto Bolsa Família. No Acre, mais de 90 mil famílias devem receber o benefício, que terá valor médio de R$ 217,18

A dona de casa Francisca Josenilda chegou na Agência da Caixa no centro de Rio Branco nas primeiras horas da manhã (Foto: Dell Pinheiro)

“Moro em colônia, acordei cedo e cheguei umas 7 horas na agência. Fui reclamar e o atendente mandou ir para outro banco. Tratam a gente como lixo”, diz a dona de casa Francisca Josenilda da Silva Oliveira, 45 anos, uma das milhões de pessoas que procuraram a Caixa Econômica Federal em todo o país, neste 17 de novembro, primeiro dia de pagamento do Auxílio Brasil.

Não diferente de outras regiões, a capital acreana também registrou filas imensas desde as primeiras horas da manhã. O produtor rural Nivaldo de Souza, 42 anos, também questionou a falta de funcionários suficientes para atender a imensa demanda.

“Estou aqui desde às 8h, e da outra vez cheguei às 7h e sai às 3 da tarde. O atendimento está cada vez pior. Eles devem aumentar o efetivo de funcionárias para atender a comunidade”, reclama.

O produtor rural Nivaldo de Souza questionou a falta de funcionários suficientes para atender a imensa demanda (Foto: Dell Pinheiro)

O Auxílio começou a ser pago nesta quarta-feira, 17, em todo o país, e chega para suprir o agora extinto Bolsa Família. No Acre, mais de 90 mil famílias devem receber o benefício, que terá valor médio de R$ 217,18.

De acordo com o a coordenação estadual de Assistência Social, o número de beneficiários pode aumentar, considerando que cerca de 142 mil famílias acreanas estão em situação de vulnerabilidade social e inscritas no CadÚnico, programa que permite o acesso de pessoas de baixa renda a ações assistenciais do Governo Federal.

O auxílio financeiro beneficiará famílias que vivem nas linhas de extrema pobreza e pobreza. Neste ano, o valor foi reajustado para R$ 100 e R$ 200, respectivamente. O governo solicitou o pagamento de R$ 400 a partir do mês de dezembro, mas depende da aprovação no Senado da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) dos Precatórios.

Calendário de pagamento (mês de novembro) – Número de Inscrição Social (NIS)

– 17 de novembro: NIS com final 1
– 18 de novembro: NIS com final 2
– 19 de novembro: NIS com final 3
– 22 de novembro: NIS com final 4
– 23 de novembro: NIS com final 5
– 24 de novembro: NIS com final 6
– 25 de novembro: NIS com final 7
– 26 de novembro: NIS com final 8
– 29 de novembro: NIS com final 9
– 30 de novembro: NIS com final 0