Pular para o conteúdo
Economia

Lojas da Capital já oferecem vagas temporárias de emprego para atender demanda de final de ano

Vagas já começaram a ser preenchidas, neste mês, e expectativa, segundo Fecomercio/Acre, é que fluxo aumente, significativamente, em dezembro, ao contrário do ano passado, quando segunda onda do Covid ainda prejudicou muito as contratações

De acordo com dados da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), em 2021, a previsão é que mais de 90 mil pessoas sejam contratadas no comércio varejista para vagas temporárias de final de ano. No Acre, segundo Deywerson Galvão, superintendente do Sistema Fecomércio-Sesc-Senac/AC, a retomada da economia, com lojas recebendo um fluxo maior de consumidores, terá um aspecto significativo no mês de dezembro, assim como em todo o Brasil. Diferente do mesmo período do ano passado, quando o aumento de casos de Covid-19, pela segunda onda da doença, fez despencar o número de contratações (o menor em cinco anos).

Comércio já apresenta movimento promissor, em relação ao mesmo período do ano passado

Na capital acreana, as vagas de trabalho temporário já estão sendo preenchidas, como ressaltou Mozeniel Souza, gerente de uma loja de calçados.

“Já estamos selecionando os candidatos. Os escolhidos começam a trabalhar este mês, e os que se destacarem nas vendas serão efetivados no emprego. Já renovamos nosso estoque e trouxemos muitas novidades para os nossos clientes. A expectativa é das melhores. Com o aumento das vendas também aumenta a comissão dos vendedores. Estamos esperançosos”.

Eliane da Silva, gerente de uma loja de confecções, disse que o estabelecimento precisa de mais funcionários nesta época do ano. “Como as vendas estão aumentando, já contratamos mais duas pessoas. O que já estamos constatando é que o lucro de final de ano no comércio varejista será melhor em 2021, isso em relação ao ano anterior. O fluxo de clientes aqui na loja já está grande. Esperamos que dobre em dezembro”.

De emprego temporário à gerência

Agleine Rocha, que atualmente é gerente de uma loja de presentes e variedades, comentou que se destacar nas vendas é importante para a contratação efetiva.

“A loja tem dois anos de funcionamento. Desde a inauguração que abrimos vagas temporárias. Aliás, entrei aqui através de uma dessas vagas, logo me destaquei e atualmente sou a gerente. É importante que você exerça com zelo a sua função, essa é a dica que dou. Este ano já estamos contratando, inclusive para os caixas e para o atendimento dos clientes. Já temos um banco de currículos. Esperamos que as vendas melhores nestes dois últimos meses do ano, o que já estamos notando. Vendemos enfeites natalinos e todos os tipos de presentes, para todos os gostos e bolsos. O Natal desse ano será bem melhor do que o do ano passado, se Deus quiser”.

Mais da pesquisa

Ainda, segundo o levantamento da (CNC), os maiores volumes de contratações deverão acontecer nos ramos de vestuário (57,91 mil vagas) e de hiper e supermercados (18,99 mil), e que o salário médio de admissão para as vagas temporárias no Natal deverá ser de R$ 1.608, valor 5,1% maior em relação a igual período do ano passado.