Pular para o conteúdo
abuso recorrente

Homem é preso acusado de estuprar as duas filhas gêmeas, de 13 anos, em Rodrigues Alves

Investigação apontou que as gêmeas sofriam abuso sexual há anos, mas só agora o caso foi levado à Polícia. Em 2004 ele já havia sido preso pelo estupro da filha mais velha dele

Um homem identificado pelas iniciais J.A.D.N., de 52 anos, acusado de estupro de vulnerável, foi preso na última quarta-feira, 24, acusado de estuprar as duas filhas gêmeas, de 13 anos, em Rodrigues Alves, interior do Acre. A prisão foi efetuada por policiais civis e militares.

As investigações apontaram que as crianças sofriam abuso sexual há vários anos, mas só recentemente o caso foi levado à Polícia. A família era moradora do Ramal da Branca, Zona Rural do município e, além do estupro das duas filhas, ele também foi preso em 2004 por ter estuprado outra menina, que seria a filha mais velha dele.

De acordo com o delegado José Obetânio, que coordena as investigações, nos últimos meses tem aumentado o número de investigados por crimes contra a dignidade sexual.

“Esses crimes sexuais sempre existiram, sendo que na maioria dos casos, os estupradores são pessoas próximas das vítimas. Esse papel da Polícia Judiciária em divulgar essas prisões e dar toda a atenção a esse tipo criminal, tem resultado no encorajamento das vítimas e de familiares, que levam os casos ao conhecimento da Polícia”, disse Obetânio.

O estupro de vulnerável é a conjunção carnal ou qualquer ato libidinoso com menores de 14 anos, com ou sem consentimento; pessoas que, por enfermidade ou deficiência mental, não possuem o discernimento necessário para a prática do ato, bem como, por qualquer outra razão, não possa oferecer resistência. A pena é de reclusão, de 8 a 15 anos.

Após a lavratura de auto de prisão em flagrante na delegacia de Rodrigues Alves, o homem foi encaminhado ao presídio Manoel Néri, em Cruzeiro do Sul, ficando à disposição do Poder Judiciário.