Pular para o conteúdo
Na capital 

Acusados de matar adolescente de 13 anos com tiro no rosto são condenados a mais de 317 anos de prisão 

Somadas, as penas das sete pessoas totalizaram 317 anos e 9 meses de reclusão. Bandidos abordaram a jovem após saída da igreja e alegaram que ela seria morta porque estava recebendo e enviando mensagens pelo celular a outra facção

Crime ocorreu no dia 29 de janeiro deste ano, no Ramal do Pica Pau, em Rio Branco.

O corpo de jurados da 1ª Vara do Tribunal do Júri condenou os sete réus acusados pela morte da adolescente Raquel Melo de Lima, de 13 anos, crime ocorrido no dia 29 de janeiro deste ano, no Ramal do Pica Pau, em Rio Branco. A sentença foi proferida pela Juíza Luana Campos.

Janes Clay Pereira dos Santos foi condenado a pena de 53 anos. Francisca Roberta Gomes e Rosinei Pereira dos Santos, ambas a 46 anos de prisão. Rosivaldo Pereira a 43 anos, Thyego da Silva Sabino a 41 anos e 9 meses, e Iago da Silva Sabino a 41 anos de reclusão.
Somadas, as penas totalizam 317 anos e 9 meses. Os réus não terão direito de recorrer da sentença. Francisca Roberta Gomes, também acusada de fazer parte do bando, e que está foragida, teve sua prisão preventiva decretada.
No dia do crime, Raquel e sua mãe  tinham acabado de sair de uma igreja quando foram rendidas pelos acusados. Depois de serem abordadas, os bandidos liberaram a mãe e levaram a jovem, alegando que ela seria morta porque estava recebendo e enviando mensagens pelo celular a outra facção. Após o julgamento do tribunal do crime, a adolescentes foi assassinada com um tiro no rosto.