Pular para o conteúdo
contra a covid-19

Após liberação da Anvisa, Sesacre diz que aguarda orientação do MS para iniciar vacinação de crianças de 5 a 11 anos

Anvisa aprovou uso da vacina Pfizer em crianças de 5 a 11 anos

Foi aprovada nesta quinta-feira, 16, pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) a vacinação de crianças entre 5 e 11 anos de idade, contra a covid-19, com o imunizante Pfizer. A Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre) informou que aguarda posicionamento do Ministério da Saúde (MS) para iniciar a imunização deste público.

Em nota do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), reforçada pela Sesacre, o Conass destaca que aguarda também “com expectativa, o processo de avaliação da vacina Coronavac, do Instituto Butantan, para a vacinação de crianças de 03 a 11 anos, já amplamente utilizada em outros países, com disponibilidade imediata no Brasil e desenvolvida em plataforma conhecida, segura, eficaz e que permite a execução ordinária das demais vacinas do Programa Nacional de Imunização (PNI)”, diz a nota do Conass.

Embora não haja previsão de início da imunização das crianças, é sabido que a vacina será dada em duas doses, mas a dosagem, a composição e a concentração da vacina pediátrica são diferentes da dos adultos, portanto, o frasco da vacina para crianças também terá uma cor diferente daquela aplicada em adultos, para ajudar os profissionais de saúde na hora de aplicar a vacina.

Alerta

A nota reitera também o alerta da Organização Mundial da Saúde (OMS), que aponta que o público entre 05 e 14 anos é o mais afetado pela nova onda de Covid-19 na Europa e, apesar do menor risco em relação a outras faixas etárias, nenhuma outra doença imunoprevenível causou tantos óbitos em crianças e adolescentes no Brasil em 2021 como a Covid-19.

Logo, a completa vacinação de toda a população brasileira é urgente, pois a pandemia ainda não acabou, diz a nota do Conass.