Pular para o conteúdo
prevenção

Saiba como curtir suas festas de fim de ano de maneira mais segura e eficiente 

Neste mês festivo, também vale ter atenção com o uso e manuseio com a energia elétrica. Nas ruas, comércios e residências é importante verificar instalação elétrica e evitar ligar todos equipamentos em apenas uma tomada para não ocorrer uma sobrecarga, entre outros cuidados

Dezembro é sempre marcado pela decoração natalina e as festas de fim de ano e confraternizações. Como a iluminação é parte fundamental e sempre presente nesta época do ano, com o uso de lâmpadas decorativas e pisca-piscas, é importante seguir algumas dicas para não ter surpresa com a conta de energia pós-festa. 

A primeira dica é optar por itens que não utilizam energia elétrica, como arranjos, vasos, guirlandas, entre outros. Mas, se for comprar enfeites luminosos, sempre dê preferência para produtos com tecnologia LED – que são mais econômicos. 

Além disso, o cliente precisa estar atento à potência, já que quanto maior e o tempo de uso, maior será o consumo de energia.  

“A orientação é evitar o uso da iluminação por todo o dia. Estabeleça um horário para ligar e desligar os enfeites luminosos, como, por exemplo, das 19h às 23h, evitando desperdício e riscos de acidentes com as luzes ligadas durante toda a madrugada. Além de investir em luzes de LED que possuem maior eficiência energética. Essa escolha é muito importante até para evitar um aumento significativo na conta de energia, já que é um consumo que não se tem em outros meses”.  

Pedro Henrique Melo, especialista em Eficiência Energética da Energisa Acre
Evitar o uso da iluminação por todo o dia é uma das orientações dos especialistas (Foto: Assessoria)

Confraternize mais com segurança 

Neste mês festivo, também vale ter atenção com o uso e manuseio com a energia elétrica. Nas ruas, comércios e residências é importante verificar instalação elétrica, evitar ligar todos equipamentos em apenas uma tomada para não ocorrer uma sobrecarga, não utilizar o “T” ou “Benjamins”, não fazer emendas nos fios e nem ligações diretas. 

Ao usar enfeites de natal é importante que eles tenham o selo do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro). Produtos sem essa etiqueta podem provocar superaquecimento, curtos-circuitos e até mesmo princípio de incêndio. 

Deve evitar sobrecargas em tomadas, utilizar extensões com carga compatível, não tocar em fios partidos ou “descascados”, não efetuar ligações diretas, não subir em postes, não utilizar arames ou fios metálicos perto da rede de energia elétrica e caso haja instalação de tenda ou outras coberturas, é necessário que esteja bem fixado, pois em caso de ventos fortes, não sejam lançados contra a rede elétrica. 

“Nesta época do ano, os cuidados com energia elétrica devem ser redobrados. Os enfeites de natal, por exemplo, atraem a atenção das crianças, por isso, é importante evitar fios descascados, piscas-piscas baixos e muitos equipamentos ligados em apenas uma tomada. Este tipo de atenção é essencial para evitar qualquer tipo de acidente”. 

Anderson Rodrigues, gerente de operação da Energisa Acre

Caso ocorra algum incidente, é necessário que o veículo pare e entre em contato com a empresa através dos canais digitais de atendimento como WhatsApp (Gisa): (68)99233-0341, aplicativo Energisa On (disponível no Google Play ou App Store do celular) ou Call Center: 0800-647-7196. 

Veja abaixo as dicas dos especialistas para montar uma decoração segura e economizar: 

– deixar as luzes de Natal menos tempo ligadas. 

– preferir lâmpadas de LED. 

– não colocar lâmpadas sobre materiais que podem queimar: o melhor é que fiquem o mais longe possível de coisas como isopor e papel. 

– não sobrecarregar tomadas: o ideal é usar um plug por tomada. Se não for possível, a melhor alternativa é usar a régua adequada a carga a ser ligada. Caso houver sobreaquecimento dos fios e tomadas desligar os equipamentos imediatamente para evitar curto-circuitos.  

– analisar os produtos: é importante observar se há fios descascados, lâmpadas e plugs frouxos ou partes ressecadas tanto ao comprar quanto ao reutilizar material. Se o produto que pretende comprar parecer frágil, escolha outra marca; e se o que estiver guardado tiver sinais de desgaste, só reutilize após a avaliação de um técnico especializado.  

– revisar a instalação elétrica da casa: se forem usadas muitas luzes, é bom fazer uma revisão no sistema elétrico da casa para ver se ele suporta o aumento de carga. 

– tomar cuidados extras com área externa: umidade, chuva, calor e sol ressecam e trincam os materiais isolantes, aumentando o risco de choque elétrico e curto-circuito. O melhor é deixar os fios abrigados, colocá-los dentro de tubo transparente blindado para evitar a entrada de água ou ter mecanismos de segurança como um sistema de aterramento, que desligue em caso de curto-circuito ou choque. 

– ter atenção às grades e sacadas: se forem de metal, elas podem se tornar condutoras de eletricidade e dar choque, caso haja fios expostos ou lâmpadas danificadas. 

– contratar instalação profissional: a recomendação é que seja contratado um profissional da área para montar o projeto com segurança.