Pular para o conteúdo
nesta sexta

Após 10 dias internado, estudante de Medicina morre no Pronto Socorro, aos 23 anos, após complicações pela influenza

Nathan Vitorino Brasi foi internado no dia 28 de dezembro, diagnosticado com pneumonia por influenza

Além da pneumonia, Nathan Brasil foi infectado por uma bactéria e um fungo no trato respiratório. (Foto: Reprodução Facebook)

Internado desde o dia 28 de dezembro, Nathan Vitorino Brasil, de 23 anos, morreu, na madrugada desta sexta-feira, 7, na UTI do Pronto Socorro de Rio Branco. O estudante de Medicina era natural de Sena Madureira e foi hospitalizado com quadro inicial de pneumonia por influenza. Até o momento, o Laboratório Central de Saúde Pública não divulgou o laudo médico da morte.

O amigo de infância e colega de faculdade do estudante, Alan Lima explicou que Nathan começou a sentir os sintomas na segunda semana de dezembro. Durante a internação ele teve melhoras nos problemas respiratórios, mas os rins não estavam funcionando e não respondiam ao tratamento. Nathan precisou ser sedado e intubado logo no segundo dia no hospital.

“Após os tratamentos da pneumonia viral, ele foi infectado por uma bactéria e um fungo, no trato respiratório. Ele vinha apresentando melhora… bem devagar, mas apresentava”, explicou o amigo.

Alan recorda de Nathan como uma pessoa humilde e que sempre gostou de ajudar os outros. “Ele me encorajou muito a me preparar para o Enem, e tentar a vaga de medicina, me encorajou a estudar e acreditar que era possível obter aprovação. O sentimento é de saudade, dos momentos, das conversas, dos passeios, das risadas, dos debates falando sobre conteúdos da faculdade, dos planos que fazíamos de carreira…”, lamenta o estudante.

Nathan fazia parte da 23° turma de Medicina da Ufac. Nas redes sociais, o perfil oficial da turma prestou uma homenagem ao colega o qual consideravam querido, gentil e dono de um coração enorme.

“Hoje o dia amanheceu muito triste. Nosso amigo, colega de turma e companheiro de sonho, Nathan, não está mais conosco. Um menino muito querido por todos, sempre gentil, engraçado e dono de um coração enorme. Nathan cativava a todos, até mesmo quem não teve oportunidade de criar laços mais próximos com ele. Todos nós temos pelo menos uma história para contar. De uma gentileza, piada engraçada e, principalmente, sobre o grande amigo que era. Nós, a Med23, desejamos nossos mais sinceros sentimentos a toda família e amigos”, diz trecho da publicação.

Leia também: Dentista e ex-mister Acre, Leandro Adam morre de câncer aos 26 anos